Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

13 de Junho, 2024

TODOS VIAJAM, de Kristin Roskifte

#LivrosPerguntadores

joana rita sousa

todos viajam

 

Depois de Todos Contam, Roskifte brinda-nos com um Todos Viajam. O convite é simples: ler, contar, investigar, adivinhar, perguntar e responder. 

Todos Viajam conta-nos várias histórias que se cruzam, histórias que podemos contar. 

Uma das características dos counting books prende-se com a possibilidade de desenvolver competências para contar os números e para contar a(s) história(s). São propostas que convidam as crianças a conversar, a ter noção da ordem dos números, do maior, do menor, da ordem crescente. À semelhança de Todos Contam, Todos Viajam é um counting book, que convida a procurar, a encontrar, a viajar pelas páginas do livro. Todos viajam, até as pessoas leitoras durante a leitura deste livro. 

 

Uma pergunta sem ponto de interrogação

Sem usar pontos de interrogação, o livro faz-nos muitas perguntas. Aquela que se repete mais é "quem é quem?". Quem é a pessoa que está a apanhar o autocarro pela primeira vez? O livro transforma-se num jogo e queremos muito virar as páginas para ver se (re)encontramos as pessoas e se ficamos a saber algo mais sobre a sua vida e as suas viagens.

A partir das histórias que vamos conhecendo podemos criar outras histórias. Podemos perguntar pelas semelhanças e diferenças entre as vidas de cada pessoa. Talvez haja várias coisas em comum, talvez haja várias coisas que nos distinguem.

 

As vidas das outras pessoas permitem-nos viajar

Todos viajam lembra-nos que a vida de cada pessoa tem muita coisa lá dentro: sonhos, certezas, vontades, saudades, perguntas, profissões realizadas, profissões por realizar, expectativas, acasos. A vida de cada pessoa é todo um mundo.

Viajamos de distintas maneiras: de comboio, de autocarro, a pé, sem sair do mesmo sítio, quando lemos um livro, quando conhecemos alguém Conhecer outra pessoa é conhecer outro mundo. Conhecer outra pessoa é uma forma de viajar. 

 

Pensamento crítico e criativo

O livro encontra-se recomendado a partir dos 4 anos de idade e é uma excelente proposta para as famílias e para a sala de aula. Trata-se de um excelente recurso para praticar e desenvolver pensamento crítico, uma vez que nos convida a observar, identificar, analisar e dar sentido à informação (Perfil dos Alunos à Saída do Ensino Obrigatório, 2017, 24). Todos viajam também convida à prática do pensamento criativo, já que convida a contemplar uma mesma situação a partir de pontos de vista distintos. 

 

Todos Viajam é um livro perguntador

Eis algumas perguntas que a leitura do livro me provocou:

- Esperar é difícil?

- Quantas vezes podemos fazer alguma coisa pela primeira vez?

- O que é uma pessoa desconhecida? 

- Quando é que uma pessoa desconhecida deixa de o ser?

- Como viajamos sem sair do lugar?

- E se fosse possível viajar no tempo?

- Que perguntas gostaríamos de fazer ao futuro?

- Que perguntas gostaríamos de fazer ao passado? 

 

Boas leituras! 

 

TODOS VIAJAM, de Kristin Roskifte, Lilliput

 

Sobre a autora: "Kristin Roskfite é uma ilustradora e autora norueguesa, com vários livros publicados. Todos Contam trouxe-lhe o reconhecimento além-fronteiras, tenho sido traduzido para mais de 40 idiomas. Kristin é Mestre em Ilustração pela Kingston University em Londres e licenciada também em Ilustração pela Cambridge School of Art. É coproprietária da Magikon Forlag, uma pequena editora especializada em álbuns ilustrados e livros sobre cultura visual." (press release Penguin Livros PT)