Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

World Creativity Day - dia mundial da criatividade

- sugestões #filocri

celebra-se hoje o dia mundial da criatividade e esta faz parte do meu projecto desde o 1.º momento, tendo sido nesta área que realizei a minha investigação no mestrado em filosofia para crianças. 

ao longo dos anos tenho lido bastante sobre o tema, para poder desenvolver-me enquanto profissional e acima de tudo enquanto pessoa. hoje, a criatividade já faz parte da minha vida e do meu dia-a-dia.

há autores que me acompanham diariamente e que são as minhas grandes referências na área da criatividade: Edward de Bono, Robert Fisher, Angélica Sátiro, Keri Smith, Tony Buzan - e outras pessoas que não têm publicações na área: as crianças e os jovens com quem tenho a oportunidade de trabalhar. as pessoas com quem dialogo e com quem trabalho, seja na área da filosofia, seja na área da comunicação e marketing.

 

2.png

 

a criatividade é uma prática diária e por vezes a ideia criativa surge quando nos desviamos do caminho planeado, criando atalhos. falo disso neste artigo motivos para ter um unicórnio em cima da mesa de trabalho.  

 

aqui no blog tenho partilhado algumas ideias que me vão surgindo a partir da leitura de livros infantis, das sugestões das crianças, daquilo que observo à minha volta.

 

a prática da criatividade tem esse efeito: o treino constante faz com que estejamos disponíveis para acolher inspiração a qualquer momento como por exemplo através de um limão muito torto e algo "desfigurado" que o vizinho me oferece.

 

e por aí? que hábitos já criou para cultivar a curiosidade? 

 

 

últimas inscrições para a oficina pensar DENTRO da caixa

#filocri e Bertrand Livreiros

2.png

 

no dia 4 de março tem início a sexta edição desta oficina pensar DENTRO da caixa, numa parceria #filocri e Bertrand Livreiros.

ainda há algumas vagas, disponíveis através deste formulário.

 

Parar para pensar – e para criar, dentro da caixa. Eis o desafio destas oficinas, durante as quais os participantes terão oportunidade de dar largas à criatividade. Esta entende-se como algo que pode ser aplicado no quotidiano. O curso pretende dar ferramentas para que a prática da criatividade faça parte dos seus dias. 

Durante estas oficinas vamos procurar pontos de criatividade no nosso dia-a-dia, desde a forma como organizamos o dia de trabalho ou uma reunião, ou a forma como criamos uma lista de comprar no supermercado. Apoiados em ferramentas da  área da criatividade, vamos fazer pontes entre a teoria e a prática da criatividade, procurando táticas que permitam tirar partido dessas ferramentas, na vida de cada um. O desafio: que cada um de nós olhe para o seu dia de uma forma nova, procurando gerir o tempo com um toque de criatividade. Vamos a isso? 

TÓPICOS:

Caixa? Mas qual caixa?
Mapear o pensamento
Técnicas de criatividade para o dia-a-dia
O diálogo como ferramenta de criatividade

 

problemas e perguntas!

- uma manhã no jardim de infância

tumblr_ad1f95c45f432e6aebdc2ba1ff2cf706_9ee8eb61_5

voltámos a visitar o jardim de infância, na companhia da criançada d'as Bolinhas de Sabão e d'a Tenda Mágica. 

com as Bolinhas de Sabão continuaram as interrogações em torno do livro Balbúrdia. afinal, o que tinha acontecido naquela história? como é que é possível que os brinquedos tenham ido atrás do menino?

"eles têm vida, joana", respondeu um dos meninos. "eles quem?", perguntei.

"os brinquedos transformam-se em robots, ganham vida e vão atrás do menino" - esta foi uma hipótese levantada por uma das crianças. tentámos investigar se isso acontece com os brinquedos lá de casa, se já alguma vez se transformaram e ganham vida. uma das crianças respondeu que não, pois "os brinquedos lá em casa estão arrumados".

outra hipótese levantada para explicar que os brinquedos tivessem ido atrás do menino, para a rua foi haver uma bola que tivesse começado a rodar e, por isso, andava. 

 

tumblr_b63b548e9455e2c080661a31100ca3cd_4a29a114_5

na sala da Tenda Mágica continuamos a explorar as diferentes linhas de pensamento. dedicámos a nossa oficina ao chapéu vermelho, das emoções. há meninos que associam o vermelho à raiva, por causa do livro "o monstro das cores". aproveitámos para falar que há vários códigos e que nos chapéus o vermelho não é só a raiva, é tudo aquilo que podemos sentir: alegria, cansaço, felicidade, tristeza ou até aborrecimento.

quando falámos do sentir, surgiu a pergunta: como é que sentimos? as ideias foram que podemos sentir com a pele, com o coração. "com o corpo todo", disse um dos meninos. e a partir daí investigámos o seguinte: como é que sabemos o que está dentro do nosso corpo, se não conseguimos ver? 

 

a investigação continua na próxima semana! 

verbo chapelar + perguntar e dizer uma coisa

= oficinas de filosofia no jardim de infância

tumblr_1e72157dfe6ba8ca7aa28f6fae3db8ea_599c71c4_5

Tenda Mágica 

nesta oficina começámos por falar do papel do chefe da sala: o que faz? quais são as suas tarefas? descobrimos que o chefe da sala usa muitas vezes o chapéu azul, aquele que nos ajuda a organizar as tarefas e os pensamentos. 

desta forma recuperámos o que já tínhamos visto sobre os seis chapéus coloridos que nos ajudam a pensar, a organizar o pensamento. 

 

tumblr_68b07f679beaf1c265376395429897ae_36550719_5

Bolinhas de Sabão 

na companhia das Bolinhas de Sabão foi tempo de descobrir o livro Balbúrdia, publicado na Pato Lógico. o exercício foi simples, ainda que difícil: página a página vamos experimentar PERGUNTAR uma coisa sobre o que vemos ou DIZER uma coisa sobre o que vemos. as cartolinas coloridas ajudam-nos a anunciar o que vamos fazer e a ganhar consciência do pensamento. depois temos de ver se efectivamente o que dizemos é uma pergunta ou é dizer uma coisa. 

 

continuaremos a filosofar na próxima oficina. 

"um código? o que é um código?"

- filosofia no jardim de infância

tumblr_bbcd18df6635d1c967bf0dc56d6c7aa2_db17b2f3_5

 

na primeira visita às salas Bolinhas de Sabão e Tenda Mágica levei na mochila meia dúzia de cartolinas às cores e meia dúzia de chapéus coloridos. 

 

Bolinhas de Sabão 

nas Bolinhas de Sabão o plano acabou por ficar mesmo na mochila pois eu cheguei atrasada devido a um acidente e pedi desculpas ao grupo por isso. ainda que eu tivesse tentado recuperar o tema do mistério para introduzir os mistérios coloridos, o G. levantou o dedo para perguntar:

"joana, o que é que tu  disseste logo quando entraste?"

pois é: o G. queria falar do acidente. e assim foi, não só o G. falou sobre acidentes, como o grupo e por isso estivemos a investigar o que são acidentes e por que razão acontecem. 

no final apresentei os mistérios coloridos para alimentar a curiosidade da criançada.

 

tumblr_737f83f73f7a4e692c34c25ca852067e_736fe056_5

 

 

Tenda Mágica 

"joana, já não vinhas cá há muito tempo!" - é verdade, passou um mês desde a última visita da filosofia na Tenda Mágica. e aconteceu muita coisa desde então: o natal, o ano novo, os reis. 

levei a mochila para o centro da roda para ir tirando coelhos da cartola, perdão, chapéus às cores da mochila. 

depois do trabalho sobre o livro "em que estás a pensar?" e os desenhos sobre os pensamentos que estão na nossa cabeça, chegou a hora de conhecer uns chapéus especiais que nos ajudam a pensar de forma mais clara. 

"hoje vamos conhecer uma espécie de código para nos ajudar a pensar!" - disse. "o que é um código?", perguntou o D., abrindo a conversa para começarmos a falar dos códigos que já conhecemos (por exemplo, os sinais de trânsito, o verde e o vermelho para atravessar a passadeira). após essa invesigação, começámos a falar de cada um dos chapéus e do que significam. 

na próxima oficina vamos continuar este trabalho de "pensar pensamentos às cores". 

 

 

 

 

Criatividade e Filosofia: formação no Porto

18057056_1155357504575005_924685916153817113_n.jpg

 

 

Curso Criatividade e filosofia - ou um ginásio para os músculos do pensamento 

Objectivos:
- Identificar as linhas gerais da filosofia para crianças;
- Identificar linhas gerais do pensamento lateral, bem como da técnica de criatividade de E. Bono (seis chapéus do pensamento);
- Reflectir sobre as aplicabilidades das metodologias em contextos diferenciados.

Conteúdos:
(I) Lipman, Brenifier e outros autores de referência 

(II) 4 C’s: pensamento crítico, criativo, colaborativo e cuidativo 
(III) Criatividade: Edward de Bono e os seis chapéus do pensamento 
(IV) A prática em diferentes contextos 

Destinatários:
Professores, Pais, Educadores, Auxiliares de Educação, Estudantes

A formadora:
Joana Rita Sousa é filósofa e colecciona perguntas. Dinamiza oficinas de filosofia, para crianças e jovens, desde 2008.
Licenciada em Filosofia. Mestre em Gestão de Recursos Humanos. Formadora (CCP e CCPFC). Certificada no método Six Thinking Hats® em 2007 (Edward de Bono). Frequenta o mestrado em Filosofia para Crianças e Jovens.


Data: 28 de Maio
Horário: 9h às 13h | 14h às 18h
Local: Yoga Sobre o Porto (Rua das Carmelitas, nº 100, 3º Esq, Porto)


Informações e inscrições (até ao dia 18 de Maio): simplesmente.simplesmente@hotmail.com

Ciclo de Oficinas sobre Pensamento Criativo

A chapelar é que a gente se entende! 

 

A chapelar é que a gente se entende!

. 30 de Março - I Thinking Gym - introdução à técnica de criatividade de Edward de Bono, seis chapéus do pensamento.
. 04 de Abril - II Hat Gym - Treino e aplicação da técnica à tomada de decisões 
. 06 de Abril - III Green Gym - Treino do pensamento criativo (chapéu verde).
. 11 de Abril - IV Everyday Gym: aplicação da técnica a situações quotidianas

Descrição:
Edward Bono concebeu várias técnicas para facilitar a vida de crianças e adultos. Uma delas chama-se Seis Chapéus do Pensamento e tem sido aplicada nos mais diversos contextos: desde a empresa ao jardim de infância.
A Joana Rita Sousa tem vindo a trabalhar esta técnica no âmbito das suas oficinas de filosofia e criatividade, junto de crianças e jovens.
Convidamos educadores, pais, professores, empreendedores, estudantes - enfim, qualquer um de vós a usar os seis chapéus do pensamento e a explorar a sua aplicação na vida quotidiana. 

Valores por Oficina: 20,00€*
(*acresce valor do IVA)

Duração Oficina: 3h/cada

OBS.As oficinas podem funcionar de forma independente, apenas a I) será essencial para frequentar as outras.

A inscrição deverá ser efectuada em https://positiveminds.pt/ficha-de-inscricao/ e será validada mediante envio do comprovativo de pagamento para IBAN PT50003300004539241245605.

Quem é a Joana Rita Sousa?
Joana Rita Sousa é licenciada em filosofia. É formadora nas áreas da filosofia aplicada, filosofia para crianças, criatividade e social media. É responsável pelo projecto filocriatiVIDAde - filosofia e criatividade, promovendo oficinas para crianças e jovens.

 

16807626_1665813647046123_7445282113285644899_n-1.

 

agenda #filocri - formação - janeiro, fevereiro e março de 2016

9 de janeiro

sábado / 15h - 19h 

- em Benfica (espaço GROW UP) 

 

De pequenino se torce... a filosofia! - filosofia no pré-escolar: desafios e experiências

Destinatários: educadores de infância e outros profissionais ligados ao jardim de infância 

Conteúdos:
- a filosofia para crianças (Lipman e Brenifier)
- experiências no pré-escolar
- estratégias de trabalho com crianças dos 3 aos 5 anos 

Duração: 4h

Formadora: Joana Rita Sousa

Investimento: 25 euros *

Inscrições e informações: joanarssousa@gmail.com

* valor sujeito IVA à taxa legal

 

os porquêsda palavra porquê-5.jpg

 

 

23 de janeiro

sábado / 15h - 19h

- em Benfica (espaço GROW UP) 

 

A chapelar é que a gente se entende!- criatividade e meia dúzia de chapéus às cores

Conteúdos:
- criatividade e pensamento criativo
- pensamento lateral e Edward de Bono
- aplicação dos seis chapéus do pensamento em sala de aula

Duração: 4h

Formadora: Joana Rita Sousa

Investimento: 25 euros *

Inscrições e informações: joanarssousa@gmail.com

* valor sujeito IVA à taxa legal

 

 

(início a 13 de janeiro - encontros quinzenais) 

quartas-feiras / 18h30 - 20h30 

- em Benfica (espaço GROW UP) 

 

A filosofia é coisa de crianças?- partilha de experiências no âmbito da filosofia para crianças

Criação de um grupo de trabalho, de partilha e de construção de recursos em torno da filosofia para crianças, com a orientação de Joana Rita Sousa (filocriatiVIDAde)

Objectivos:
- Partilha de experiências no âmbito da filosofia para crianças
- Definição de estratégias 
- Prática do diálogo 
- Simulação de oficinas com observadores e avaliação posterior


Duração: 2h / encontros quinzenais:

13 e 27 de janeiro

10 e 24 de fevereiro

9 e 23 de março



Informações e inscrições: joanarssousa@gmail.com

 

 

os porquêsda palavra porquê-4.jpg

 

Mais sobre mim

O que faço?

Filosofia é coisa para miúdos

Fórum na Revista Dois Pontos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub