Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

Roda de Perguntas : uma oficina para avariar e consertar as palavras

WORKSHOP_28 Ago_manha.jpg

em agosto, mais exactamente na manhã do dia 28 (sábado) estoud e volta à oficina L.O.C.A.L para uma oficina para avariar e consertar as palavras.

Conseguimos comunicar sem palavras? Como é possível que a mesma palavra tenha significados diferentes? Será que podemos reutilizar as palavras? Haverá palavras com significados avariados? Já que estamos numa oficina, vamos aproveitar para rodar as perguntas, avariar e consertar as palavras.

informações e inscrições através da oficina L.O.C.A.L 

 

* oficina presencial, ao ar livre, em Carnide, com inscrições limitadas

 

5 artigos que ajudam a compreender o que acontece numa oficina de filosofia para crianças

 

3.png

a importância da preparação de uma oficina de filosofia 

neste artigo explico como uma oficina pensada para trabalhar na área da filosofia da linguagem acabou por se tornar numa oficina sobre metafísica. 

 

uma oficina a partir de uma história tradicional

inspirada numa proposta de Peter Worley, avancei com a proposta de reflectir sobre a decisão da rã e a atitude do escorpião. foram várias as perguntas que surgiram numa oficina que despertou várias reflexões ao nível da ética.

 

uma oficina sobre perfeição

neste artigo avanço com algumas possibilidades a partir do tema da perfeição.

 

perguntas frequentes sobre as oficinas de filosofia

há perguntas que se repetem em torno das oficinas de filosofia. neste artigo dou resposta a algumas dessas perguntas. se tiver outras, deixe nos comentários e responderei!

 

a avaliação da oficina a partir de objectos 

a avaliaçãi figuroanalógica é um recurso que uso amiúde para a avaliação da oficina. explico AQUI como acontece, bem como num artigo que pode ler na revista O Nosso Filho

 

*

as oficinas de filosofia #filocri regressam no final de Agosto (em modo presencial, em Carnide) e em Outubro (em modo online).

consulte as datas para as oficinas do Platão e philoTEEN - e se quiser receber no seu e-mail a agenda destas oficinas convido-o/a a subscrever ESTA newsletter

 

oficina: pensar antes de gostar

- pensamento crítico aplicado ao quotidiano do utilizador de redes sociais

 

Screenshot 2021-07-28 at 11.50.23.png

 

além da filosofia (e da filosofia para crianças e jovens), trabalho na área da comunicação e do marketing. se tiver muita curiosidade em saber o que faço nesta área, convido-a/o a visitar o website Joana Rita ponto EU

são várias as formações que tenho ministrado e onde estas duas áreas se cruzam de forma bastante evidente. é o caso da oficina "pensar antes de gostar", onde o pensamento crítico é aplicado ao quotidiano do utilizador de redes sociais.

esta é uma oficina que visa sensibilizar os participantes para as vantagens e desvantagens do uso das redes sociais, no sentido de um uso mais consciente das mesmas. destina-se a todas as pessoas interessadas em desenvolver a sua literacia digital - e pensamento crítico. 

 

a formação é acolhida pela Bertrand Livreiros e acontece em formato online, em Outubro e Novembro. pode consultar a informação detalhada na secção eventos e formação da Bertrand

o meu regresso à Malaposta

E466pgfWQAEdUvZ.jpg

 

no último fim-de-semana de Junho tive a oportunidade de voltar ao Centro Cultural Malaposta para uma oficina para famílias e um café filosófico.

foi muito bom voltar a filosofar com pessoas sem a mediação do écran. as máscaras protegem-nos e aproximam-nos, as distâncias físicas são cumpridas e há vontade em parar para pensar, ouvir e falar - tal como está presente ali na fotografia.

este triângulo está presente nos últimos livros de Peter Worley (Corrupting Youth) e é uma forma simples de explicar o que acontece num diálogo filosófico.

 

obrigada, Malaposta, pelo acolhimento.

obrigada aos participantes pela presença e pela disponibilidade em dialogar!

gigantes invisíveis, famílias de pessoas e famílias de perguntas

Screenshot 2021-06-21 at 12.01.30.png

ontem rumei até ao Parque Natural do Buçaquinho para participar na 6.ª edição dos Gigantes Invisíveis. confesso que não conhecia o festival até receber o convite do Pedro Saraiva. e fiquei rendida à história do festival e ao seu propósito: um encontro literário para os mais novos leitores. mais rendida fiquei com a participação das famílias nas actividades de domingo.

o encontro aconteceu ao ar livre e entre o "chove não chove" do fim-de-semana foi possível fazer acontecer a programação, com excepção para o espectáculo "como se encontram as perguntas".

a minha oficina de perguntas, para famílias, aconteceu ao ar livre, com a presença de famílias inesquecíveis: a família não sei, a família invisível, a família espera aí um bocadinho, a família oliveira, a família leões, a família alegria, a família música. cada um no seu quadrado (isto é, manta) a perguntar e a responder à provocação de pensar as perguntas e as diferentes famílias de perguntas. 

uma vez que o Marco Taylor esteve presente no festival, o "trampolim" para a minha oficina de filosofia foi um dos #livrosperguntadores: Rosinda. 

 

E4ZvYZWWEAAfBuK.jpg

 

ah! e já agora, fique atento/a ao espectáculo "como se encontram as perguntas". vai andar por aí!

 

 e nota 20 para o Gigantes Invisíveis que proporcionou uma intérprete de língua gestual portufuesa para fazer parte das actividades. obrigada, Vânia! 

uma oficina de filosofia para jovens

qT_SBZwA.jpg

quando digo nas formações que o facilitador (ou o dificultador ) deve escutar o grupo e estar preparado para abandonar o plano da oficina que prepara com amor e carinho... é disto que falo. ora leia:

👉 preparei uma oficina de filosofia para jovens sobre o tema da linguagem, um tema trabalhado amplamente por filósofos como Wittgenstein e que tem vindo a ser tratado em contextos diferentes (veja aqui os resultados desta pesquisa rápida na Stanford Encyclopedia of Philosophy)
 
👉 desenhei os passos da oficina, incluindo um excerto de uma aula sobre linguagem do INÉF e um vídeo sobre a cadela Buddy
 
 a preparação da oficina é fundamental para que tenhamos uma visão ampla e aprofundada do tema. por isso, se está a ler este artigo e pensa fazer oficinas de filosofia ou já faz essas oficinas, pense no processo de preparação: que tempo lhe dedica? quais as fontes da área da filosofia que consulta para essa preparação? afinal, é FILOSOFIA para/com crianças/jovens. é diálogo FILOSÓFICO. onde está a filosofia? na forma? no contéudo? 
 
 
👉 cheguei à oficina e, tal como noutras oficinas, avancei com a pergunta: há algum tema ou pergunta que gostassem de abordar? 
 
🙆‍♀️ e quando pergunto isto tenho de assumir que poderei ter de abandonar o que preparei.
 
😆 assim foi: a oficina sobre linguagem ficou ali de lado, e partimos para um diálogo sobre sentido da vida, finitude, religião, ética e regras da sociedade. as perguntas que interessavam os jovens eram: "qual é o sentido da vida?" e "o que acontece depois de morrermos?"
 
e agora quem está a ler-me pergunta: "joana, a preparação serve mesmo para alguma coisa? acabaste por trabalhar outro tema."
 
pense na banda de jazz e no que fazem em palco. as bandas de jazz são conhecidas pelo improviso em palco, porém esse improviso exige horas de treino, de preparação. é por isso que é tão importante a preparação, o plano da oficina: no limite, serve para o abandonar para me dedicar ao improviso. 
 
👉 sugestão de leitura: jazzing philosophy with children
 
assumo que o facto de trabalhar nesta área desde 2008 e ter muitas horas de prática e de formação na área deixa-me confiante para avançar para um tema que não preparei para aquela oficina. 
 
 voltando à oficina com os jovens: não descobrimos UMA resposta para o sentido da vida, nem temos grandes certezas sobre o que acontece depois da morte. o que aconteceu foi um diálogo crítico e cuidadoso sobre religião e ética. 
 

gigantes invisíveis - encontro literário para os mais novos leitores

19 e 20 de junho de 2021, em Ovar

1.png

A partir do mundo gigante dos livros, este festival interage com vários formatos da literatura contemporânea para crianças. A partir de um espetáculo de teatro, música, dança, imagem ou uma performance, descobrimos um livro.

Um encontro para o impulso linguístico interdisciplinar, que vai dos livros às oficinas, às conversas, às artes plásticas e às artes performativas contemporâneas para crianças. É nas diversas etapas desse mágico e misterioso encontro entre a crianças e os Gigantes Invisíveis, que encontramos novas linguagens interativas, sempre a partir do livro.

O encontro literário Gigantes Invisíveis é já uma referência na literatura e nas artes contemporâneas para crianças em Portugal, estando destacado como um dos eventos mais originais do panorama literário português para a infância. Realizadas já seis edições no concelho de Ovar, com uma primeira edição realizada em Timor-Leste em 2016, uma edição na Guiné-Bissau em 2017.

 

vou estar presente no dia 20 de junho, com uma oficina de filosofia. 

consulte o programa completo AQUI!

 

 

a rã e o escorpião

 


A oficina do Platão partiu de uma proposta do livro "A Máquina dos Ses", de Peter Worley - The Philosophy Foundation, a história tradicional da 🐸 e do 🦂.


🐸 esta história é muito rica, pois levanta questões em torno da culpa, da responsabilidade, da mentira, da vontade, da natureza e da confiança. algumas das questões e observações levantadas pelas crianças traziam consigo estes conceitos.


🦂 Podemos culpar alguém?
🐸 Que relações há entre culpa e responsabilidade?
🦂 O escorpião poderia não ter seguido a sua natureza?
🐸 As palavras chegam para confiarmos em alguém?


🐸 em termos filosóficos esta proposta traz consigo questões trabalhadas por Aristóteles (os hábitos), Sarte (a liberdade) e Schopenhauer (a vontade).


🦂 já conhece a história da rã e do escorpião? o que faria se fosse a rã? o que faria se fosse o escorpião?

 

 

*

espreite aqui a agenda #filocri para saber quando acontecem as próximas oficinas de filosofia, para crianças e jovens 

5 artigos que respondem à pergunta: o que acontece numa oficina de filosofia para crianças?

pergunta.jpg

 

"joana, o que acontece numa oficina de filosofia para crianças?"

 

- esta é uma pergunta comum que me chega. tenho partilhado por aqui alguns momentos de oficinas, algumas sugestões de trabalho e por isso resolvi compilar alguns artigos aqui do blog.

 

o que dizem as crianças sobre as oficinas de filosofia?

nos trabalhos de continuidade é dada a palavra às crianças para explicar a quem chega pela 1.ª vez à filosofia o que acontece numa destas oficinas:

às vezes a professora faz perguntas sobre o "porquê"

 

colocamos em prática o pensamento crítico 

neste artigo partilho relatos em duas salas de jardim de infância: num dos grupos trabalhámos a justificação e o dar razões, no outro trabalhámos critérios para nos ajudar a compreender semelhanças e diferenças. 

 

cultivamos a curiosidade

neste 1.º ano do 1.º ciclo iniciámos a filosofia com o ?. 

é comum, com as crianças mais novas, que o ? seja apontado como o mistério. pelo que indaguei junto deles, há uns desenhos animados nos quais o ? é apresentado como mistério. e hoje, assim aconteceu. estava a abrir a minha capa e eis que a I. viu a folha com o ? e exclamou: tens aí o mistério!

partimos do mistério e da curiosidade em torno dele para pensar em conjunto, de forma colaborativa. 

 

registamos o nosso ponto de vista sobre o que está a acontecer

sou muito fã do caderno ou diário da filosofia como recurso para o registo do que acontece na oficina de filosofia. a única regra de uso deste recurso é abrir uma folha com a data do dia e depois a criança pode escrever, desenhar, rabiscar ou não fazer nada naquela folha. é um espaço de liberdade

 

investigamos problemas filosóficos

que problemas filosóficos abordamos? apresento dois exemplos: o problema do conhecimento: o que é conhecer uma coisa?  e o problema da liberdade e da responsabilidade. 

*

se chegou a este blog pela 1.ª vez e não sabe bem o que é a filosofia para crianças e o que se faz nesta área, convido-o/a a ler “Ah, trabalhas nisso da filosofia para crianças?”

Mais sobre mim

O que faço?

Filosofia é coisa para miúdos

Fórum na Revista Dois Pontos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub