Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

"mas essa pergunta já foi feita!"

"porque é que os animais existem?" (I.) - foi o mote para um diálogo com um grupo de crianças (5/6 anos)

a partir dali verificámos diferenças e semelhanças entre animais e humanos até que surgiu outra pergunta:

"porque é que as girafas existem?" - perguntou a S. 
o G. levantou o dedo, rapidamente:
"mas essa pergunta já foi feita!"
ai sim? então...?
"quando perguntamos porque é que os animais existem também estamos a perguntar pelas girafas. as girafas estão dentro dos animais!"

 

tumblr_p715ysdRQs1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

 

filosofia no jardim de infância

perguntas e respostas

tumblr_p715ysdRQs1qhzqx6o1_500.jpg

parece simples, mas é sempre um desafio, isto de me sentar no chão para filosofar com um grupo que não me conhece e que eu não conheço.

há regras para apresentar, há nomes para fixar, há palavras estranhas para "entranhar", como "filosofia". começamos com passos pequenos (e ao mesmo tempo de gigantes): exploramos o perguntar, a curiosidade, a resposta - e eis que, sem esperar, o diálogo acontece. o concordar, o não concordar. os "porquês". 

devagar, não temos pressa. 

 

[filosofia no jardim de infância]

filosofia no jardim de infância

26804499_1697167180303522_7714817692632320136_n.pn

26815213_1697167183636855_5908820125524444816_n.pn

 

hoje demos continuidade ao trabalho iniciado em dezembro.

sim, aconteceu muita coisa desde a última vez que nos sentámos para filosofar. a verdade é que nos lembramos de muitas coisas que dissemos, das dúvidas, das certezas, dos passos que damos para a frente e para trás.
foi um dia de descobertas: não é que existem sereias verdadeiras? e reis? sabem onde os podem encontrar? no Algarve!

em fevereiro voltamos a sentar-nos à volta da filosofia.

 

mais uma voltinha, mais uma viagem pela filosofia [no jardim de infância]

tumblr_p0wjadF1jn1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_p0wmaroKGj1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

o natal está à porta e há muitas purpurinas no ar. nas salas há árvores de natal, umas a fingir e outras a sério. 
hoje estivemos a dar voltas no nosso pensamento sobre os coisas que existem "a fingir" e coisas que existem "a sério".
ouvimos e demos ideias, partilhamos dúvidas e até houve momentos em que sentimos alguma confusão. faz parte!
nada como parar para pensar e ouvir os "porquês".

voltamos a filosofar em Janeiro.

boas festas a todos! 

era uma vez [um] castelo encantado

DM-_YePX0AE9QrI.jpg

 

DM-_YeYWAAAK24e.jpg

 voltei ao jardim de infância, na ACIJR. é verdade, o trabalho da filosofia está de volta às salas dos 3/4 anos (era uma vez) e dos 4/5 anos (castelo encantado).

foi muito bom rever alguns "pimpolhos" com quem trabalhei no ano lectivo passado e conhecer caras novas. 

DM-_Yg3W0AIM05c.jpg

 

o pensamento foi provocado com um livro muito especial: "em que estás a pensar?". as ilustrações são maravilhosas! saltámos para as cadeiras e colocámos mãos à obra: vamos desenhar os nossos pensamentos? vamos!

 

DM-_YkTX0AAn_Vl.jpg

 na próxima oficina vamos voltar a olhar para os nossos desenhos e pensar sobre e com eles. o que vai acontecer? curiosos?

 

digam lá: em que estão a pensar? 

filosofia no jardim de infância

17333579_235450570255729_3199076072251457536_n.jpg

 

17334237_801913343283089_3419150570160652288_n.jpg

 

A sala dos Artistas decidiu dialogar sobre os super-heróis: para tal, contámos com a ajuda do Batman e da Lady Bug. Afinal, o que há de tão especial nisso de ser super-herói?

Na sala ao lado, dos Super-Heróis, estivemos a ver exemplos de pensar. Afinal, quando é que o pensar acontece? E tudo o que fazemos precisa que "o pensar" aconteça?
A verdade é que pensámos muito sobre o assunto e houve até quem mudasse de ideias: explicar o porquê ficou um pouco difícil. Mas vamos continuar!

 

filosofia com "mini-'ssoas" de 5 anos

Screenshot 2017-01-31 14.35.41.png

 

manhã de filosofia, a pensar em critérios, razões, exemplos, contra-exemplos e outras coisas que tais 

fica uma frase, ternurenta e corajosa ao mesmo tempo:

"há coisas que não existem na realeza" 

- na realeza ou na realidade? - perguntei ao M.

- na realidade. é isso! 

 

pois é. haja espaço e tempo para o "trabalho do pensar". obrigada à educadora A pelo convite.

e pelo certificado. maningue nice! 

 

C3gZKSyXAAAOTqU.jpg

 

 

continuamos a fazer a filosofia acontecer...

thumb_IMG_3973_1024.jpg

 ...com crianças de 4 e 5 anos, os verdadeiros artistas e super-heróis que andam às voltas com os "porquês", as "perguntas" e os critérios.

as provocações para pensar são os nossos amigos animais: com os artistas, andamos à procura das razões para ter ou não animais em casa. há várias: "o pai não deixa ter animais, por que depois vai sujar tudo", "os pássaros ficam na rua para voar mais" ou "as cobras podem morder, não podemos ter em casa". 

já com os super-heróis começámos a trabalhar a pergunta "como é sentir como um morcego?" e daí começámos a trabalhar semelhanças e diferenças. escolhemos critérios e andamos a fazer conjuntos com morcegos, pássaros, ratos e o Batman. 

descobrimos que o Batman, na verdade, queria muito ser um morcego. e que os morcegos são "noctívagos" (foi a L. que disse!) por que fazem as coisas da vida deles à noite e dormem de dia! já os pássaros, esses, vivem ao contrário dos morcegos.

 

no final, a avaliação por parte das crianças:

"gostei de pensar"

"gostei de falar"

"gostei de ver o morcego"

"gostei de ver o rato"

"não gostei de não tirar a carta"

 

thumb_IMG_3983_1024.jpg

 

com os mais velhos (1º ano, 1º ciclo)  estamos à procura de ideias e/ou de perguntas para trabalhar na filosofia. não está fácil. parece que quando não pedimos perguntas, elas aparecem todas. quando procuramos pensar nelas... fogem! 

2016-11-09 17.22.35.jpg

 

sobre coisas que existem e coisas que não existem

tumblr_o70nztQ9Sa1qhzqx6o1_500.jpg

 

"só há um planeta que podemos tocar e ver: o planeta terra"

#filocri no jardim de infância, sala dos 4/5 anos

 

o desafio era desenhar coisas que existem e coisas que não existem.  até então, os critérios para dizer que uma coisa existe eram ver e tocar essa coisa.

o L. desenhou uma galáxia e planetas. o L. diz que existem, mas não consegue ver nem tocar todos os planetas das galáxias. apenas um, o planeta terra, pode ser tocado e visto por todos nós.

 

eis que surge um novo critério para dizer que as coisas existem: ler sobre isso num livro.

 

e depois? bem, depois a conversa navegou até às winx, aos invizimals e até ao mickey mouse.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D