Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

"nós fazemos perguntas para saber coisas"

na sala dos 3/4 anos, os caçadores de sonhos foram desafiados a desenhar "verdades" e "não verdades". houve quem pegasse no lápis e não perdesse tempo, outras pessoas precisaram de um bocadinho de tempo para pensar. já vimos isto várias vezes, na nossa hora da filosofia: temos ritmos diferentes e temos de ir aprendendo a respeitar o tempo dos outros.

 

tumblr_pmip0crZiH1qhzqx6o1_500.jpg

 

no reino do fantasia o jogo "o que é uma pessoa?" continua a desafiar-nos o pensamento.

(sobre o Zarco, o cão menos peludo ali da fotografia)

"por que é que as orelhas dele não estão para cima?"
- "porque ele estava com medo da luz e pôs as orelhas para trás."

"por isso é que chamamos os cães de cães, porque é diferente do nome pessoa.

"os braços dos cães estão no chão, chamam-se patas."

 

51389725_2515816361822374_5064955903111856128_n.jp

 

e quando chegou a hora de investigar estes robots... o grupo dividiu-se e ficámos na dúvida se aquela senhora era um robot ou uma pessoa. 

"se calhar já inventaram pessoas-robots e nós ainda não vimos!"

 

durante a nossa oficina, a O. mudou de ideias e nós estivemos a investigar como é que isso aconteceu: foi com a ideia de um dos amigos na sala. quando pensamentos em conjunto estas coisas podem acontecer: alguém vê e diz algo que nós não vimos e isso pode ajudar-nos a mudar a perspectiva sobre as coisas. 

 

tumblr_pmi7anOkEl1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

para acompanhar o trabalho no jardim de infância 2018/2019:

oficina #1

oficina #2

oficina #3

oficina #4

oficina #5

oficina #6 

oficina #7

um daqueles dias em cheio: com filosofia por todos os lados

tumblr_plsbujuz131qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_plsmlmnBv11qhzqx6o1_500.jpg

 

há dias assim: cheios de filosofia, a abarrotar de perguntas!

e as perguntas não escolhem idade: aparecem na sala do jardim de infância, na oficina do platão, com jovens entre os 11 e os 13 anos. de vez em quando encontro crianças-adultas que também querem pôr em prática a curiosidade e o perguntar. 

dias cheios, a abarrotar de filosofices. dias como eu gosto! 

é verdade ou não é verdade? - aventuras do filosofar no jardim de infância

de volta ao jardim de infância: toca a sentar, no chão ou nas cadeiras, em roda para que todos nos possamos ver.

às vezes há um amigo que se chega para a frente e deixamos de ver o que está a acontecer ao centro. a curiosidade, essa, é muito. e a pergunta que ficou no ar, na sala dos 3/4 anos: o que é verdade e o que não é verdade? através de um jogo, tivemos de ler (*) e dizer se é verdade ou não é verdade. 

2019-01-09 10.58.42-1.jpg

 

2019-01-09 10.44.47.jpg

 

na sala dos 4/5 anos continuamos em roda e "à volta" com as ideias tontas e as ideias normais. desta vez o exercício foi abandonar os desenhos e trabalhar só com "palavras que saem da nossa boca". estivemos concentrados neste trabalho, pegando numa ideia normal e transformando-a em tonta. e ao contrário também. 

está a ser uma caminhada longa e não temos pressa em abandonar o caminho. não temos pressa. seguimos, passo a passo, na descoberta das ideias e dos conceitos que nelas habitam. 

"uma ideia tonta é: as pernas estão na cabeça e o cabelo está nas pernas."

e por que é que isso é uma ideia tonta?

"não costumo ver isso. costuma ser o cabelo na cabeça e as pernas na barriga"

 

2019-01-09 11.44.31.jpg

 

para acompanhar o trabalho no jardim de infância 2018/2019:

oficina #1

oficina #2

oficina #3

oficina #4

oficina #5

oficina #6 

 

* o jogo é composto de frases, escritas com palavras e com as imagens. sim, as imagens também se podem ler e quanto às palavras... há alguém que pode ajudar, na sala)

"joana, uma ideia não dá para explicar. tens de ouvir. o som sai da boca e é invisível!"

tumblr_pjml2gpk0U1qhzqx6o1_500-1.jpg

e não é que a a sala dos 3/4 anos, dos caçadores de sonhos, continuam intrigados com as pessoas que aparecem nos espelhos? o assunto voltou a ser trazido para a roda, por vários meninos e desta forma continuámos a investigação.

 

antes disso, conversámos um pouco sobre a necessidade de silêncio para podermos dialogar:

 

"pus o dedo no ar porque queria falar"

"duas pessoas ao mesmo tempo, não conseguimos falar. não conseguimos perceber as pessoas"

"quando há silêncio estamos calmos"

"quando alguém fala com duas pessoas, duas pessoas a falar e nós não percebemos"

"quando nós queremos falar, alguns meninos não deixam"

"as pessoas que gostam de nós deixam-nos falar"

"as pessoas que não estão aNtentas para ouvir as professoras"

 

tumblr_pjml0cwhNY1qhzqx6o1_500.jpg

 

e ali mesmo ao lado, no reino da fantasia (sala dos 4/5 anos) continuamos a arrumar ideias tontas e ideias normais. o desenho de uma menina a comer uma banana é uma ideia normal. porquê? as razões apontadas: porque existem bananas e porque as pessoas comem bananas.

 

começámos, assim, à procura dos critérios para podermos dizer que algo é uma ideia tonta ou uma ideia normal. tudo começou com a dificuldade em explicar o que é uma ideia tonta. foi assim que chegámos aqui. e voltei a perguntar se alguém conseguia, agora, explicar, só com palavras (sem usar os desenhos) o que é uma ideia normal. 

 

"joana, uma ideia não dá para explicar. tens de ouvir. o som sai da boca e é invisível!"

 

mas cada um de nós desenhou uma ideia, tonta ou normal. como é que isso aconteceu?

 

"como é que conseguimos ver as ideias na cabeça? o cérebro disse-nos enquanto desenhávamos e por isso começamos a fazer o desenho e a usar as cores."

"é a nossa cabeça que pensa"

 

e ficou uma pergunta no ar: o que disse o cérebro quando desenhámos uma ideia tonta e uma ideia normal? a investigação continua em janeiro!

 

para acompanhar o trabalho no jardim de infância 2018/2019:

oficina #1

oficina #2

oficina #3

oficina #4

oficina #5

 

"joana, temos esta situação para resolver" - filosofia no jardim de infância

tumblr_pj9lptWG451qhzqx6o1_500.jpg

 

na sala dos 3/4 anos, os caçadores de sonhos continuam intrigados com aquilo que vemos quando olhamos para o espelho. recordámos as oficinas anteriores e investigámos, não com o espelho que eu levei, dentro de uma caixa, mas com os dois espelhos que existem na sala. o que vemos quando olhamos para o espelho? 

quando olhamos para o espelho, as pessoas que lá aparecem existem mesmo ou não? existem mesmo? não existem? as opiniões dividiram-se. 

e eu continuo a existir mesmo que não esteja a olhar para o espelho? sim? não?

"sim, porque tu agora não estás a olhar para o espelho e estás a falar"

"sim, porque nós estamos a ver-te"

quem diria que iríamos abordar questões metafísicas, assim, de um dia para o outro?

tumblr_pj9lrrCfN11qhzqx6o1_500.jpg

 

na sala dos 4/5 anos, os habitantes do reino da fantasia estiveram a arrumar ideias: literalmente. cada pessoa arrumou a sua ideia tonta ou ideia normal, procurando justificar o porquê de ser tonta e de ser normal. não é um trabalho fácil e por isso, como não temos pressa,  vamos avançando devagarinho. procurar os critérios para dizer que uma ideia é tonta ou normal é um trabalho que exige tempo e que se reveja cada critério, conforme vamos avançando. para já, eis o que descobrimos acerca de um polvo:

- se o polvo for uma "ideia normal":

tem tentáculos

tem riscas no corpo

tem pernas

tem muitos braços

tem bolinhas que colam

tem boca e olhos

não tem cabelo

- se o polvo for uma "ideia tonta":

não tem pernas

só tem óculos

não tem olhos

podes pôr o nariz porque é uma ideia tonta

é careca

 

não tivemos tempo para avaliar estas ideias: vamos ocupar-nos disso na próxima oficina. 

tumblr_pj9lygQSPl1qhzqx6o1_500.jpg

 

para acompanhar o trabalho no jardim de infância 2018/2019:

oficina #1

oficina #2

oficina #3

oficina #4

experimentar os diferentes pontos de vista e...

2018-11-21 11.32.49-1.jpg

 

...explicar o que é uma ideia tonta e uma ideia normal: são estes os desafios que as salas dos 3/4 e dos 4/5 aceitaram e têm vindo a explorar, de há umas semanas para cá. sem pressas, pois a filosofia faz-se respeitando o ritmo de cada um.

 

é importante que o grupo se conheça - e não me refiro aqui ao "sabermos os nomes uns dos outros" ou "qual a fruta preferida". é importante que o grupo conheça as potencialidades, as curiosidades, as vontades de cada um, no que respeita ao pensar em grupo.

 

isso implica experimentar coisas simples como não ter o braço no ar enquanto o amigo que tem a vez para falar está a dizer coisas ou mesmo a pensar, em silêncio. ou dar a vez para que um amigo que não fala tanto possa dar uma ideia para o grupo. são gestos simples, difíceis por vezes de colocar em prático: ainda a pergunta vai a meio e já há muitos braços no ar e "eu! eu! eu!" com calma, recuamos e começamos de novo: vamos ouvir a pergunta até ao fim e depois colocamos o braço no ar, em silêncio.

 

o silêncio é fundamental: para nos ouvirmos uns aos outros e até aos nossos próprios pensamentos. com gestos simples, treinamos este respeito pelo outro, pelo seu tempo para falar ou para pensar, pelo silêncio que é de e para todos. 

 

*

para acompanhar o trabalho no jardim de infância 2018/2019:

oficina #1

oficina #2

oficina #3

 

continua a investigação no jardim de infância

oficinas_acijr.jpg

 

na semana passada regressámos às salas do jardim de infância para filosofar.

quando temos a oportunidade de trabalhar em continuidade temos mais tempo para que as crianças se apropriem de algumas ferramentas importantes para que se reconheça o diálogo filosófico.

na última oficina de filosofia recuperámos os temas já tratados, como forma de "aquecimento", antes de começarmos a mergulhar no diálogo. depois disso, na sala dos 4/5 anos estivemos a desenhar ideias tontas e ideias normais. temos vindo a trabalhar esta questão e é difícil explicar o que são; ainda assim, parece que toda a gente sabe do que se trata. por isso mesmo, sentámo-nos para desenhar ideias tontas e ideias normais. foi uma oficina diferente, com lugar ao desenho e ao início do diálogo sobre os desenhos.

na sala dos 3/4 anos estivemos a investigar uma caixa misteriosa que, uma vez aberta, mostrava coisas diferentes a cada um dos investigadores. curiosos para saber do que se trata? em breve desvendamos o mistério!

 

acompanhe aqui o trabalho com as salas JI:

oficina #1

oficina #2

 

ideias tontas e ideias normais: ou as coisas que descobrimos quando abrimos a caixa da imaginação!

 

 

na sala dos 3/4 anos investigámos uma pergunta curiosa: como distinguimos pessoas que têm o mesmo nome? e como distinguimos duas pessoas que, tendo nomes diferentes, são "géneas"? 

afinal, o que faz com que eu, joana rita, seja reconhecida e não me confundam com a joana silva? é que na nossa sala há vários nomes que se repetem. e há uma magia que acontece quando alguém chama o nosso nomes: viramos a cabeça e procuramos quem é que nos chama. 

 

filosoficamente, estivemos a tratar a identidade, partindo de uma situação que aconteceu no início da oficina: percebemos que havia duas JOANA na sala. 

*

na sala dos 4/5 anos a investigação passou por partilharmos ideias tontas e ideias normais. mas antes disso revisitámos o nosso amigo Rodrigo, um rinoceronte que faz muitas perguntas e usa muitas vezes o PORQUÊ.

 

filosoficamente, estivemos a tratar questões de sentido e de possibilidade: dizer "um unicórnio não se apita" é uma ideia tonta? e falar em unicórnios, não?

 

 

*

continuaremos a investigar e a filosofar!

 

a filosofia está de volta ao jardim de infância

 

 

[PT]
hoje estive no jardim de infância, para iniciar o projecto de filosofia para crianças, nas salas dos 3/4 anos e dos 4/5 anos. 

(3/4 anos)

começámos por nos conhecer e tentar explorar o ponto de interrogação. é um mistério, dizem alguns. e o que fazemos quando encontramos um mistério? o que é um mistério? 

(4/5 anos) 

recordámos algum do trabalho da filosofia, do ano passado. e demos uso à caixa da imaginação, que nos faz pensar coisas um pouco tontas!

 

tumblr_pg0xafG1RT1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

[EN]
today I went to kindergarten to start the philosophy project for children with 3/4 years and 4/5 years.

(3/4 anos)
we started by getting to know each other and trying to explore the question mark (?) It's a mystery, someone said. and what do we do when we find a mystery? what is a mystery?
(4/5 anos) 
we remembered some of the philosophy work we did last year. and we gave use to the imagination box, which made us think a silly things!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D