Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

filosofia no museu!

- uma oficina de filosofia, para crianças, no MIAA

joana rita sousa, 16.11.22

315810832_647900807036009_7773530763208694821_n-1.📷 Ana Dias

👀 parar, observar, perguntar, escutar e dialogar - eis a proposta lançada às crianças que participaram no Festival de Filosofia de Abrantes.

🎨 partimos das obras do Mestre José Pimenta (exposição RIO, com curadoria de Sara e André), que se encontram no MIAA - Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes

❤️ há muito que gostaria de trabalhar diálogo filosófico num museu e a partir daquilo que encontramos no museu. as equipas da Biblioteca Municipal António Botto e do MIAA aceitaram a ideia com muito gosto e criaram as condições para que tal fosse possível. 

❓ inspirada pelo trabalho da Ellen Duthie (Wonder Ponder) e das suas propostas de filosofia visual, convidei as crianças a observar e perguntar, para criarmos um PERGUNTÁRIO a partir das obras do Mestre José Pimenta. entre perguntas sobre significados e inspirações, fomos colocando hipóteses e arriscando porquês.

 

👉 ainda uma nota: a exposição RIO pode ser visitada até 26 de Fevereiro de 2023. 

parar, pensar, escutar e dialogar - a partir de Saramago

- oficinas de filosofia na Biblioteca Municipal José Saramago, em Almada

joana rita sousa, 15.11.22

313433304_10226283565287836_8365096651178914187_n-

🗓 nos passados dias 3 e 4 de Novembro passei pela Biblioteca Municipal José Saramago (Almada) para participar nas Comemorações do Centenário Saramago

👉 houve oficinas para diferentes destinatários, do jardim de infância ao ensino secundário; o ponto de partida foram obras ou pensamentos de Saramago.

👉 foram dias de diálogos intensos e comprometidos com a escuta e a construção de pensamento a partir das ideias uns dos outros.

👀 partilho uma curiosidade: ainda que os diálogos tenham sido bastante diferentes, tanto o grupo do jardim de infância como o grupo do ensino secundário partilharam uma preocupação comum: "temos de cuidar do planeta Terra" (jardim de infância) ou "devemos pensar seriamente a questão das alterações climáticas" (ensino secundário). 

 

❤️ agradeço muito às professoras que acompanharam as turmas, pelo envolvimento e disponibilidade. 

❤️ um muito obrigada à equipa da Biblioteca pelo acolhimento e pela possibilidade de colaboração nestas actividades.

dialogar sobre a escola e a liberdade

joana rita sousa, 10.11.22

2.png

para crianças dos 7 aos 11 anos

 

👀 conhece a história de Malala através deste vídeo.

👉 perguntas para pensar a partir da história da Malala:

Ir à escola é uma forma de ser livre? Porquê?

Se pudesses escolher entre ir ou não ir à escola, o que escolhias? E porquê?

 

👉  sugestão de actividade para pensar a liberdade 

Se a liberdade fosse um objecto, qual seria?

Porquê esse objecto?

nota: cada pessoa escolhe um objecto para simbolizar a liberdade e justifica a sua ideia. podem dialogar sobre as escolhas de cada pessoa e as razões que apresentam.

 

bons diálogos!

 

*

se aprecia os conteúdos que partilho aqui, sugiro que:

📍 partilhe o artigo com outras pessoas que possam ter interesse;

📍 subscreva a newsletter #filocri e recebe conteúdos sobre educação e filosofia para / com crianças e jovens.;

📍 participe numa das minhas formações ou oficinas - agenda disponível aqui;

📍 apoie a filocriatividade através da plataforma buy me a coffee.

 

 

Tenho um adolescente. E agora?

- programa de Sara Rodi no Canal S+

joana rita sousa, 08.11.22

1666267547063.jpg

/ participação no programa “Tenho um Adolescente. E agora?” dedicado ao Pensamento.

👉 com Sara Rodi (escritora, aqui no papel de moderadora da conversa) e Francisco Gonçalves Ferreira (psicólogo fundador da Casa Estrela-do-Mar, Centro Terapêutico para Adolescentes e Famílias)

para ver ou rever online, no Canal S+

#CentenarioSaramago: parar para pensar a partir das obras e das palavras de José Saramago

joana rita sousa, 02.11.22

👉 desde o início das comemorações do Centenário Saramago que tenho vindo a dinamizar oficinas de filosofia (para crianças e/ou jovens) inspiradas nas obras e nas palavras do escritor José Saramago. 

9v26oKDn.jpg

estas são as oficinas que criei a partir de obras como A Maior Flor do Mundo, O Lagarto e uma edição de compilação de pensamentos de Saramago:

📍 jardim de infância e 1.º ciclo: jardim de pensamentos

📍1.º e 2.º ciclos: inventar o que já existe

📍3.º ciclo e secundário: a importância das convicções e (o ponto e) a interrogação

 

*

estas  (e outras) oficinas #filocri estão disponíveis para viajar até à sua sala de aula, biblioteca escolar ou municipal - para tal, contacte-me através deste formulário

 

a pergunta "como é que correu o dia?" é gigante e depois a resposta é curta: "bem" ou "fixe"

- ainda sobre as oficinas de diálogo no FOLIO 2022

joana rita sousa, 19.10.22

310445461_3287813491490842_3566914513172067161_n.j

[oficinas com o jardim de infância] - o poder do diálogo

💥 podemos roubar para dar uma lição a alguém?
💥 os maiores também têm de cumprir e aceitar pedidos? ou só os mais pequenos?

 

👉 numa das oficinas com o jardim de infância tivemos a oportunidade de pensar sobre a ideia de justiça: é justo que um amigo decida não dar presentes aos amigos, depois de já ter recebido os seus presentes? é justo querer ficar com os presentes todos para mim? como é que resolvemos esta situação, de um amigo que não cumpriu com o que foi combinado?

👉 o provocador livro Não abras este livro! foi o mote para pensarmos nas regras e nos pedidos. afinal, o monstro diz várias vezes "por favor" - e nós ignoramos esse pedido. porquê?

 

[oficinas com o 1.º e 2.º ciclos] - o poder do diálogo

💥 ser inteligente é diferente de ser esperto?
💥 uma pessoa burra pode ser esperta?
💥 o que é um corpo normal?
💥 gostarias de ter mais do que um cérebro? porquê?

 

[oficinas com famílias] - o poder da pergunta

💥 "as perguntas geram respostas e também geram opinião"

💥 "há perguntas que servem para pressionar, como "queres brincar comigo, não queres?". nós queremos mesmo que a pessoa brinque connosco, estamos a pressionar."

💥 "a pergunta é uma forma de perceber informação de outra pessoa." - há perguntas para aprender, perguntas informativas, perguntas confirmativas e perguntas para desabafar. "há ainda o mix de perguntas, que é uma pergunta que pode ter dois tipos ao mesmo tempo."

💥 a pergunta "como é que correu o dia?" é gigante e depois a resposta é curta: "bem" ou "fixe". podemos perguntar essa pergunta de outras maneiras? 

 

[café filosófico - para adultos e uma criança que acompanhava a mãe]

o poder da pergunta

💥 o que é uma pergunta filosófica? que perguntas nos interessam? que perguntas podem provocar o diálogo e a tensão? que perguntas trazem consenso? 

👉 no café filosófico tivemos a presença de uma criança que acompanhava a mãe.

👉 no final perguntei o que tinha gostado mais e menos naquele diálogo. a resposta: "gostei muito de formular a minha pergunta. mas também foi uma seca estar a pensar na pergunta." 

 

*

🧠 [entre outras coisas, nomeadamente a preparação da pessoa facilitadora e a sua disponibilidade para improvisar] a provocação de um diálogo filosófico passa pela selecção de bons trampolins para o espanto e para o pensamento. para preparar estas oficinas recorri a materiais Wonder Ponder, ao livro Não abras este livro, ao livro Duck! Rabbit!, a um jogo que criei há uns anos "O que é uma pergunta?" e ao baralho The Happy Gang #EuPensoEuEscolho.

🧠 claro que o trabalho da pessoa facilitadora não se faz sozinho e os contributos das pessoas participantes são fundamentais para orientar o nosso pensamento.

🧠 por vezes os recursos ficam na mochila, o que também suscita curiosidade por parte de quem participa: "joana, não vamos ver o que tinhas nessas cartas?" - às vezes nem são precisas cartas, basta seguir o fio do diálogo e abrir-se ao espanto, ao parar, pensar, escutar

 

📷 festival FOLIO 2022

subscreva a newsletter filocriatividade / apoie a filocriatividade

 

 

pensar sobre alterações climáticas

joana rita sousa, 30.09.22

 

kit de diálogo - geral - alterações climátesta é uma das actividades presentes no #kitdedialogoFILOCRI sobre alterações climáticas. além da sugestão de mind map, há ainda sugestões para parar, pensar, escutar e dialogar para crianças e jovens dos 3 aos 5 anos, dos 6 aos 11 anos, dos 12 aos 15 e dos 16 em diante.

pode ser um recurso útil em sala de aula e certamente irá animar o tempo de diálogo em família.

para receber este kit no seu e-mail, visite este link

formação 25h - filosofia para crianças - acreditação CCPFC

joana rita sousa, 27.09.22

4.jpg

Este curso oferece momentos de reflexão e atividade sobre a temática Filosofia para/com Crianças e Jovens. Permitirá aos educadores e professores criar momentos que permitam às crianças e aos jovens desenvolver competências de diálogo, fazendo uso de ferramentas filosóficas para exercitar os pensamentos crítico e criativo.

📍 curso online, 25h (síncronas e assíncronas)

📍 formadora: Joana Rita Sousa / acreditação CCPFC

📍 informações junto da Casa do Professor

 

grupo de leitura e de estudos #filocri

joana rita sousa, 01.09.22

grupo de estudos (3).png

 

no dia 30 de Setembro  acontece o 6.º encontro para debater o artigo:  Ensinar Filosofia a Crianças - Gabriela Castro.

se tem interesse e formação na área da filosofia para / com crianças e jovens e gostaria de fazer parte deste grupo, inscreva-se aqui. os encontros são mensais e implicam a leitura de um texto previamente seleccionado e encontro no zoom para dialogar a partir do mesmo. 

 

próximos encontros:

30 de Setembro, às 21h30 (hora de Lisboa, Portugal)

Outubro (a indicar)

Novembro (a indicar) 

 

participação gratuita, poderá contribuir para a manutenção deste grupo e desta actividade #filocri através do paypal ou buy me a coffee

#ICPIC2022 - de Tóquio para o mundo

joana rita sousa, 04.08.22

Screenshot 2022-08-03 at 19.46.17.png

 

realiza-se nos dias 8, 9, 10 e 11 de Agosto a conferência bianual do ICPIC.

esta é a 20.ª conferência que reune pessoas de todo o mundo que se envolvem na pesquisa e na prática da filosofia para / com crianças e jovens. 

o tema da conferência é "philosophy in and beyond the classroom: P4C across cultural, social, and political differences" e acontece em Tóquio, em formato híbrido.  

eis a mensagem de Arie Kizel, presidente do ICPIC: 

On behalf of the ICPIC Executive committee, I would like to welcome you to the 20th biennial ICPIC conference website in Rikkyo University, Tokyo, Japan. We are confident that this conference will offer rich educational and philosophical experiences through presentations and dialogues, formal and non-formal and informal, with a diverse and international company of scholars, academics, and practitioners.
We are devoting this conference to philosophy in and beyond the classroom: P4C across cultural, social, and political differences. Philosophy for/with Children and other forms of philosophical practices such as philosophy café has been developing rapidly and powerfully in Japan over the last two decades. Significantly, the major earthquakes and Tsunami in the Tohoku area in 2011 urged the Japanese people to reflect deeply on the fundamental value of life, human bonds, and the direction of their society and civilization. Under such circumstances, the Japanese people have seen the importance of dialogue on philosophical topics and its importance for citizens and school children.
Many Japanese children enjoy discussing philosophical subjects in a P4wC class, doing better than their teachers and parents’ expectations. More and more teachers are becoming eager to introduce the P4wC methods in their studies.

 

avizinham-se dias de intensa partilha. grande parte das pessoas que me inspiram neste trabalho e que já citei inúmeras vezes vão estar presentes nesta conferência. terei a oportunidade de dinamizar um workshop sobre o tema "is voting a sign of democracy?", que decorre de um conjunto de diálogos e de trocas com o Pieter Mostert e com a comunidade #P4Cthursday.