Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

diálogos filosóficos - encontros de prática online

Screenshot 2021-07-14 at 14.18.43.png

desde Outubro de 2020 que acontecem os "diálogos filosóficos - encontros de prática online].

inspirada no grupo de trabalho internacional no qual participo desde julho 2020, criei esta iniciativa para que as pessoas com formação na àrea da filosofia para/com crianças pudessem ter um espaço seguro para praticar. a nossa língua de trabalho é o português, pelo que acolhemos facilitadores/as de Portugal, do Brasil, de São Tomé e Princípe, entre outros cantos do mundo onde a língua portuguesa seja "praticada". a vantagem do formato online é o de aproximar geografias distantes! 

pretende criar-se uma comunidade, um espaço de liberdade e de segurança, onde todas as abordagens metodológicas serão acolhidas. o foco passa por praticarmos o diálogo filosófico.

a inscrição é gratuita e exige apenas o compromisso de assegurar a facilitação / orientação de uma sessão / oficina em data e hora a combinar. 

em 2020 os encontros aconteciam às quintas, às 22h (hora de Lisboa, PT). em 2021 aconteceram às sextas, às 21h (hora de Lisboa, PT).

depois da pausa em Agosto iremos decidir qual o dia e hora, bem como a frequência (entre 1 a 2 vezes por mês), para que possamos retomar os encontros ainda em Setembro 2021. 

inscreva-se AQUI para poder fazer parte desta comunidade. 

 

 

GADFLY:2 - 17th August 2021

- online event for irish philosophy educators

Screenshot 2021-07-14 at 13.51.13.png

Stephen Law, Peter Worley, Lucy Elvis, Robert Grant, Lukasz Krzywon e Daniel Mccrea fazem parte deste sumarento evento destinado a quem se dedica à filosofia e à educação:

GADFLYᴵᴱ is an online event for teachers (of all kinds) of Philosophy in Ireland. Whether you are practicing P4C in primary, teaching the Short Course at post-primary, running an after school club or a library program: This is the event for you!

uma vez que o evento acontece online e se o inglês for uma língua acessível para si, recomendo que se inscreva e venha participar. 

consulte o programa completo  AQUI.

 

 

 

filosofia africana para crianças

Screenshot 2021-07-14 at 13.42.13.png

recentemente dei os primeiros passos no sentido de conhecer um pouco sobre filosofia africana. para o efeito comprei na Livraria Travessa (Lisboa) o livro de Nei Lopes e Luiz António Simas intitulado "Filosofias Africanas: Uma Introdução". o livro é prefaciado pela querida Lara Sayão.

 

há dias o algoritmo do instagram fez-me encontrar este perfil do Higor Camargo e este curso "filosofia africana para crianças". fiquei muito curiosa e com vontade participar... porém, não me será possível pois não tenho idade para tal! 

o curso destina-se a crianças alfabetizadas, dos 9 aos 12 anos. a informação está disponível AQUI.

se algum dos leitores inscrever o seu filho ou a sua filha, pf conte-me como foi!

 

 

regresso ao jardim de infância

E5njmTbWUAQ-Gow.jpg

desde Março de 2020 que não visitava o jardim de infância para filosofar com a pequenada. hoje foi dia de regressar e de conhecer os filósofos da Floresta Encantada e do Palácio das Aventuras. na verdade, alguns dos filósofos já eram meus conhecidos do ano lectivo passado (e estão TÃO CRESCIDOS!).

o (re)começo das oficinas de filosofia aconteceu com a ajuda do livro Em que pensas tu? (de Laurent Moreau, publicado pela O Bichinho de Conto) que nos convida a visitar a cabeça de várias pessoas. parece que é lá que moram os pensamentos. será? 

vamos continuar a investigar! 

uma oficina de filosofia para jovens

qT_SBZwA.jpg

quando digo nas formações que o facilitador (ou o dificultador ) deve escutar o grupo e estar preparado para abandonar o plano da oficina que prepara com amor e carinho... é disto que falo. ora leia:

👉 preparei uma oficina de filosofia para jovens sobre o tema da linguagem, um tema trabalhado amplamente por filósofos como Wittgenstein e que tem vindo a ser tratado em contextos diferentes (veja aqui os resultados desta pesquisa rápida na Stanford Encyclopedia of Philosophy)
 
👉 desenhei os passos da oficina, incluindo um excerto de uma aula sobre linguagem do INÉF e um vídeo sobre a cadela Buddy
 
 a preparação da oficina é fundamental para que tenhamos uma visão ampla e aprofundada do tema. por isso, se está a ler este artigo e pensa fazer oficinas de filosofia ou já faz essas oficinas, pense no processo de preparação: que tempo lhe dedica? quais as fontes da área da filosofia que consulta para essa preparação? afinal, é FILOSOFIA para/com crianças/jovens. é diálogo FILOSÓFICO. onde está a filosofia? na forma? no contéudo? 
 
 
👉 cheguei à oficina e, tal como noutras oficinas, avancei com a pergunta: há algum tema ou pergunta que gostassem de abordar? 
 
🙆‍♀️ e quando pergunto isto tenho de assumir que poderei ter de abandonar o que preparei.
 
😆 assim foi: a oficina sobre linguagem ficou ali de lado, e partimos para um diálogo sobre sentido da vida, finitude, religião, ética e regras da sociedade. as perguntas que interessavam os jovens eram: "qual é o sentido da vida?" e "o que acontece depois de morrermos?"
 
e agora quem está a ler-me pergunta: "joana, a preparação serve mesmo para alguma coisa? acabaste por trabalhar outro tema."
 
pense na banda de jazz e no que fazem em palco. as bandas de jazz são conhecidas pelo improviso em palco, porém esse improviso exige horas de treino, de preparação. é por isso que é tão importante a preparação, o plano da oficina: no limite, serve para o abandonar para me dedicar ao improviso. 
 
👉 sugestão de leitura: jazzing philosophy with children
 
assumo que o facto de trabalhar nesta área desde 2008 e ter muitas horas de prática e de formação na área deixa-me confiante para avançar para um tema que não preparei para aquela oficina. 
 
 voltando à oficina com os jovens: não descobrimos UMA resposta para o sentido da vida, nem temos grandes certezas sobre o que acontece depois da morte. o que aconteceu foi um diálogo crítico e cuidadoso sobre religião e ética. 
 

Virtual Event: Why Kids Are Good for Philosophy

188312681_10159159928373446_3352428514415505810_n.

"We often talk about why philosophy is good for kids, but why are kids good for philosophy? 

PLATO is proud to host a virtual panel discussion followed by a community conversation featuring:

Jana Mohr Lone, Director of the University of Washington Center for Philosophy for Children and author of Seen and Not Heard: Why Children’s Voices Matter

Megan Laverty, Associate Professor of Philosophy and Education at the Teachers College, Columbia University and co-editor of Gareth B. Matthews, The Child’s Philosopher

Maughn Gregory, Professor of Educational Foundations at Montclair State University, Director of the Institute for the Advancement of Philosophy for Children, and co-editor of Gareth B. Matthews, The Child’s Philosopher"

 

15 Junho às 19h Canadá / USA - 24h de Lisboa, Portugal 

more info at PLATO's website

como encorajar a curiosidade dos seus filhos?

- a partir de Robert Fisher, Teaching Children to Think e Unlocking Creativity

curiosidade.png

eis algumas frases que promovem o ambiente criativo junto dos seus filhos - ou dos seus alunos!

tome nota: 

 

que ideia tão interessante! podes falar-me mais disso? 

como é que chegaste a essa conclusão?

já pensaste noutras maneiras de fazer isso?

achas que é possível fazer isso de outra maneira?

ok, experimenta. se precisares de ajuda, chama-me.

olha que boa pergunta!

 

também o ambiente pode ser um provocador de criatividade. escrevi sobre isso no artigo motivos para ter um unicórnio em cima da mesa de trabalho. aproveito para partilhar outras sugestões de Fisher - além do unicórnio em cima da mesa. a saber: 

- deixar algo fora de sítio de propósito, num dado espaço da casa ou da sala de aula;

- deixar mensagens dentro das mochilas, dentro da gaveta das meias, que provoquem a curiosidade;

- fazer ou vestir algo que fuja ao padrão da educadora ou do pai de forma a inspirar as crianças a perguntar "porquê"?.

 

no livro Unlocking Creativity, Robert Fisher refere-se ao capital criativo, que o autor descreve como a soma dos recursos necessários para realizar uma tarefa.

no que respeita ao pensamento criativo é necessário o eu criativo, o ambiente criativo e a parceria criativa. acrescento eu: o tempo e o espaço para o diálogo.

 

tem outras sugestões de perguntas que promovem o ambiente criativo? partilhe nos comentários!

P4C-AIM: Education for Hope with Philosophy

P4C-AIM: Education for Hope with Philosophy

"Video presented at The European Humanities Conference  (May 4th-7th 2021 Lisbon, Portugal) describing how Philosophy for Children can importantly contribute to the promotion of excellence of thinking and reasoning for a complete citizenship. P4C methodology offers a grounded sense of hope and freshness in thinking in cultivating collaborative thinking, rigor and the richness of pursuing specific questions."

check the full YouTube video 

5 artigos que respondem à pergunta: o que acontece numa oficina de filosofia para crianças?

pergunta.jpg

 

"joana, o que acontece numa oficina de filosofia para crianças?"

 

- esta é uma pergunta comum que me chega. tenho partilhado por aqui alguns momentos de oficinas, algumas sugestões de trabalho e por isso resolvi compilar alguns artigos aqui do blog.

 

o que dizem as crianças sobre as oficinas de filosofia?

nos trabalhos de continuidade é dada a palavra às crianças para explicar a quem chega pela 1.ª vez à filosofia o que acontece numa destas oficinas:

às vezes a professora faz perguntas sobre o "porquê"

 

colocamos em prática o pensamento crítico 

neste artigo partilho relatos em duas salas de jardim de infância: num dos grupos trabalhámos a justificação e o dar razões, no outro trabalhámos critérios para nos ajudar a compreender semelhanças e diferenças. 

 

cultivamos a curiosidade

neste 1.º ano do 1.º ciclo iniciámos a filosofia com o ?. 

é comum, com as crianças mais novas, que o ? seja apontado como o mistério. pelo que indaguei junto deles, há uns desenhos animados nos quais o ? é apresentado como mistério. e hoje, assim aconteceu. estava a abrir a minha capa e eis que a I. viu a folha com o ? e exclamou: tens aí o mistério!

partimos do mistério e da curiosidade em torno dele para pensar em conjunto, de forma colaborativa. 

 

registamos o nosso ponto de vista sobre o que está a acontecer

sou muito fã do caderno ou diário da filosofia como recurso para o registo do que acontece na oficina de filosofia. a única regra de uso deste recurso é abrir uma folha com a data do dia e depois a criança pode escrever, desenhar, rabiscar ou não fazer nada naquela folha. é um espaço de liberdade

 

investigamos problemas filosóficos

que problemas filosóficos abordamos? apresento dois exemplos: o problema do conhecimento: o que é conhecer uma coisa?  e o problema da liberdade e da responsabilidade. 

*

se chegou a este blog pela 1.ª vez e não sabe bem o que é a filosofia para crianças e o que se faz nesta área, convido-o/a a ler “Ah, trabalhas nisso da filosofia para crianças?”

Mais sobre mim

O que faço?

Filosofia é coisa para miúdos

Fórum na Revista Dois Pontos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub