Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

oficina de filosofia, para crianças e jovens: em Odivelas

 

 

57503257_2663384900398852_2693844586593255424_n.jp

no dia 16 de Outubro, às 15h, vou estar no DaVinci - Ginásio da Educação em Odivelas (Colinas do Cruzeiro), para uma oficina de filosofia, para crianças e jovens.

podem saber mais informações e inscrever-se neste link, bem como no facebook do DaVinci.

Av. Magalhães Coutinho, nº13, loja 3 - Colinas do Cruzeiro, 2675-654 Odivelas / e-mail: odivelas@davinci.edu.pt

 

*

 

O que são as oficinas de Filosofia?

"Aqui nós aprendemos o que as coisas são, o que são as palavras; andamos a ver o que existe, o que é real, explicamos as palavras e as perguntas!" - dizia o Marco, ao avaliar uma das oficinas de filosofia. Estas pretendem ser um espaço e um tempo para parar para pensar, "treinar" o olhar crítico, explorar possibilidades e investigar - em conjunto.
 

A quem se destinam?

A crianças e jovens.
 

Como funcionam?

Nas oficinas procuramos identificar problemas, sob a forma de perguntas, para investigar em conjunto. Podemos fazê-lo através da leitura de um texto ou de uma notícia de jornal, de uma situação vivida pelas crianças ou até de imagens, vídeos. Os recursos podem ser diversos e devem ser adaptados às idades das crianças com as quais vamos trabalhar. A partir daí, constroem-se condições para o diálogo, estabelecendo algumas regras.
 

Qual é o objectivo?

Estas oficinas equivalem a um treino de ginásio: em vez dos músculos do corpo, trabalhamos os músculos do pensamento.
 
Fazemos exercícios de resistência – verificamos se a nossa ideia é forte, se há boas razões para a aceitar e se resistem aos argumentos contra – treinamos a flexibilidade – será que eu sou capaz de defender o ponto de vista do outro? Mudar de ideias é possível, assim como trabalhar com as ideias uns dos outros.
 
Podemos “adoptar” perguntas e ideias dos amigos, oferecer perguntas, explorar hipóteses de respostas, descobrir outros pontos de vista e, sobretudo, construir um espaço de liberdade onde posso dizer aquilo que penso, sem que seja julgada por isso. Podemos testar ideias, avançar, voltar atrás – tudo isso faz parte do processo que nos encaminhará para o aprofundamento filosófico.

 

 

café filosófico em Setúbal

O que é um café filosófico?

Trata-se de uma actividade que pretende levar a filosofia para junto das pessoas. Nem sempre acontece num café propriamente dito, é um facto. Acontece perto das pessoas que, independentemente dos seus conhecimentos no âmbito da filosofia, aceitam o desafio para praticar o "parar para pensar".

A moderação está a cargo de Joana Rita Sousa.

No dia 29 de Setembro temos encontro marcado em Setúbal, na Casa d'Avenida, entre as 18h30 e as 20h para pensar em torno desta pergunta: 


Temos o direito de ofender os outros?

 

socrates.jpg

 

café filosófico na livraria mais antiga do mundo

 

cafe_filosofico.png

no dia 23 de setembro voltamos à livraria mais antiga do mundo, a bertrand do chiado, para mais um café filosófico. começa às 18h30 e termina às 20h e a pergunta que vai orientar o nosso diálogo é:

que valor têm as coisas? 

para participar no café filosófico terá de fazer uma inscrição via e-mail ou no local, uns minutos antes de começarmos. encontra toda a informação no site da bertrand

agenda #filocri - em agosto

radio_miudos.jpg

 

durante o mês de agosto continuamos a filosofar

 

podem ouvir o programa "filosofia é coisa para miúdos",  na rádio miúdos, onde também estão disponíveis outros programas.

 

Screenshot 2019-06-10 13.21.47.png

 

café filosófico na livraria bertrand

 

no dia 26 de agosto voltamos à livraria mais antiga do mundo, a bertrand do chiado, para mais um café filosófico. começa às 18h30 e termina às 20h e a pergunta que vai orientar o nosso diálogo é: podemos amar a Sophia? 

para participar no café filosófico terá de fazer uma inscrição via e-mail ou no local, uns minutos antes de começarmos. encontra toda a informação no site da bertrand

 

18739649_ZPhl3.jpg

 

cartas com filosofia

 

se preferir pode filosofar em casa, no trabalho ou na praia: o filopenpal anda por aí, na mala dos carteiros, para chegar a quem quer filosofar e parar para pensar, através de jogos e desafios filosóficos. a quem se destina? a miúdos e a graúdos: não há limite de idade. envie um e-mail para info@joanarita.eu para saber mais sobre o filopenpal.

 

também andamos pelo facebook e pelo instagram - já nos segue por lá? 

café filosófico em Setúbal: é já no próximo domingo

21435966_SOn3z.jpeg

 

O que é um café filosófico?

Trata-se de uma actividade que pretende levar a filosofia para junto das pessoas. Nem sempre acontece num café propriamente dito, é um facto. Acontece perto das pessoas que, independentemente dos seus conhecimentos no âmbito da filosofia, aceitam o desafio para praticar o "parar para pensar".

A moderação está a cargo de Joana Rita Sousa.


30 de junho, 18h30 - entrada livre na Casa d'Avenida, em Setúbal 

 

mais um café filosófico na livraria mais antiga do mundo

Cafés Filosóficos na livraria mais antiga do mundo
- Levar a filosofia para junto das pessoas. 

• 24 de Junho: Por que é que há alguma coisa?

A quem se destina o Café Filosófico?

Destina-se a pessoas que, independentemente dos seus conhecimentos no âmbito da filosofia, aceitam o desafio para praticar o parar para pensar.

54434320_10155740557061548_5823345783537139712_n.p



Como acontece? 

Tudo começa com uma pergunta, seguida de uma proposta de exercício de pensamento crítico.
É natural que, ao princípio, os participantes sintam algum desconforto, tal como acontece no primeiro dia do ginásio; só que aqui são os músculos do pensamento que vão sentir-se incomodados. Só com a persistência e a insistência será possível superar este desconforto, focando no objectivo final: um pensamento flexível, resistente, adaptável, capaz de traduzir ideias em palavras, de defender uma posição e/ou de mudar de ideias.



Moderação: Joana Rita Sousa


Café Bertrand, Livraria Bertrand Chiado
Horário: 18:30h /20h

Inscrições: leitor@bertrand.pt

Walter Kohan em Lisboa

61950440_2551576074861562_3640348760363499520_n.jp

 

> para  saber mais informações sobre o lançamento do livro, pf consulte o CCB

 

> além da apresentação do livro, no CCB, Walter Kohan irá ministrar uma acção de formação de curta duração na manhã do dia 25 de Junho, no Centro de Formação António Sérgio. para mais informações sobre a acção de formação, pf consulte este link de inscrição. 

 

> se não conhece o trabalho de Walter Kohan, convido a ler esta entrevista 

Cafés Filosóficos em Lisboa - na livraria mais antiga do mundo

cafe_filosofico.png

 

 

Próximos Cafés Filosóficos na Livraria Bertrand (Chiado): 

• 24 de junho: Por que é que há alguma coisa?

• 22 de julho: É possível ser feliz sozinho?

• 26 de agosto: Podemos amar a Sophia?

• 23 de setembro: Que valor têm as coisas?

• 21 de outubro: A filosofia pode mudar alguém? 



Para pessoas que, independentemente dos seus conhecimentos no âmbito da filosofia, aceitam o desafio para praticar o parar para pensar.

 

Moderação de Joana Rita Sousa

 

Informações:  leitor@bertrand.pt 

perguntas, respostas, definições, novas perguntas... novas respostas?

D7hfZdiXYAAolwm.jpg

 

no passado domingo realizou-se mais um café filosófico, na casa d'avenida, em setúbal. a pergunta: "quais os limites da comunicação?" serviu de mote para um exercício que nos colocou à procura de respostas e depois de definições. houve lugar para exemplos e contrários, até que surgiu uma nova pergunta. 

 

o trabalho pretende-se crítico e criativo e, acima de tudo, colaborativo, pois pensamos em grupo, com os outros. trocamos ideias e trocamos de ideias (sim, também acontece!). como diz uma das participantes: "quero lá saber da pergunta, eu gosto mesmo é deste tempo em que estou aqui, a pensar, a pensar sobre o pensar."

 

voltamos a filosofar na Casa d'Avenida, em Setúbal, no dia 30 de junho (domingo), às 18h30. 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D