Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filosofia em tempos de confinamento e de pandemia

- philosophy in times of lockdown and pandemic

em março convidei alguns membros do ICPIC (e não só!) para pensarmos a pandemia e publiquei dois artigos com algumas respostas, que podem ler AQUI e AQUI.

desde então tenho assistido a alguns projectos, na área da filosofia aplicada, que têm levado a cabo este trabalho de pensar a partir do confinamento.

hoje vou destacar dois projectos e agradeço que se conhecerem outros projectos do género que me enviem um e-mail para joana@filosofiaparacriancas.pt 

[EN]

in late march I invited the members of ICPIC (and other P4C communities) to think about the pandemic. at the time i published two articles with some of the answers, that you can read HERE and HERE.

since then i've been watching some applied philosophy projects that have been working around the lockdown state of life.

today i will talk about two projects. if you know other projects about philosophy and questioning around lockdown and the pandemic, please write me an e-mail: joana@filosofiaparacriancas.pt

 

BOÉCIO Epistolar

conheço o Jose Barrientos-Rastrojo há muitos anos. se bem penso, foi das primeiras pessoas que conheci na área da filosofia aplicada. tenho acompanhado o seu trabalho de perto e, em vários momentos, tenho tido a oportunidade de participar nalgumas das suas iniciativas, dentro e fora da academia. tive também o privilégio de poder contar com a sua orientação na dissertação do meu 1.º mestrado (gestão de recursos humanos e filosofia aplicada).

José Barrientos Rastrojo, especialista en Filosofía Aplicada, profesor Titular de la Universidad de Sevilla y director del Proyecto I+D+i de Filosofía Aplicada en Prisiones financiado por la Unión Europea, coordina, desde el inicio de confinamiento en España, BOECIO epistolar. Por medio de este proyecto, presos de reclusorios latinoamericanos ofrecen consejos a occidentales confinados de países Europeos y de fuera del continente.

BOECIO epistolar é um projecto que leva a filosofia para dentro das prisões. em temos de confinamento, pensar liberta? fazer questões pode levar-nos para lá das quatro paredes?

em tempos de confinamento, qual é a diferença entre a minha vida e a vida de um prisioneiro?

 

“El encierro no es tan malo como pensamos. Nos ayuda reflexionar sobre lo que somos, [a ser conscientes de que cuando no estamos encerrados] estamos bien, [reflexionar sobre el hecho de] qué debemos cambiar. Asimismo, el aislamiento te debe de impulsar a valorar las cosas [olvidadas]”.

 

 

Auto-entrevistas em confinamento - I wonder - self interview during lockdown

 

wonder_ponder.jpg

já acompanho o trabalho wonder ponder há uns anos e recomendo MUITO os seus recursos, provocadores e criativos. 

o que são estas auto-entrevistas? 

é um projecto que convida crianças e jovens, entre os 5 e os 18 anos, a fazer perguntas e pensar acerca da pandemia, do confinamento e do impacto que a #covid19pt teve na sua vida.

as entrevistas podem ser escritas, gravadas (audio) ou ilustradas. 

podem participar crianças e jovens de todo o mundo! 

 

In what ways do you think your situation is similar to being in prison?

I am in confinement and if the police catch you outside, they take you back to confinement.

 

*

o meu pequeno contributo para parar para pensar, em tempos de confinamento, chama-se #FilosofiaAoVivo, e acontece semanalmente no instagram e no twitter. podem saber mais sobre o projecto através deste artigo publicado no P3 (Público).

[EN]

my little contribution to stop an think in lockdown is called #FilosofiaAoVivo. it happens weekly on instagram and twitter. you can learn more about the project by reading this portuguese article published at the newspaper P3 (Público)

 

 

 

Mais sobre mim

O que faço?

Filosofia é coisa para miúdos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D