Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

24 de Março, 2021

como iniciar um diálogo sobre perfeição?

joana rita sousa

 

 

erol-ahmed-aIYFR0vbADk-unsplash.jpg

algumas sugestões para provocar um diálogo sobre perfeição:

 

- a partir de um desenho

divida o grupo de trabalho em dois. ao grupo A peça para desenhar algo perfeito. ao grupo B peça para desenhar algo imperfeito.

dê um tempo para o desenho e no final do tempo inicie um diálogo onde irão comparar os desenhos perfeitos e imperfeitos, apurando os critérios de perfeição ou de imperfeição presentes nos desenhos.

pode pedir a um elemento do grupo para sugerir a alteração de um dos desenhos perfeitos para o grupo dos imperfeitos, e vice-versa. 

 

- a partir de imagens

faça uma pesquisa no google por imagens de esculturas, pinturas, paisagens. procure diversidade e tensão entre as imagens para arrumar no grupo dos perfeitos ou dos imperfeitos.

no processo de "arrumação" solicite as razões para a mesma, extraindo os critérios de perfeição e de imperfeição.

 

- a partir de palavras ou de imagens

procure imagens (ou escreva estas palavras em papéis ou cartões):

- um cão de três pernas

- um cão de quatro pernas

- um caixote do lixo

- uma escultura feita de lixo (ver exemplos do Bordalo II)

- uma paisagem de pôr-do-sol

- uma paisagem de guerra 

 

*

 

diz-me a experiência que com as crianças mais novas julgo que a opção por imagem / desenho tem como efeito envolver muito o grupo no exercício. com adolescentes e adultos tendo a optar por usar palavra escrita. 

adapte o exercício e se o realizar aí em casa ou na sua sala de aula, partilhe nos comentários.

se quiser conhecer um pouco mais sobre a minha forma de trabalhar no âmbito da filosofia para crianças, considere inscrever-se nesta acção de formação em parceria com a Bertrand Livreiros