Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / cafés filosóficos / educação / filosofia da educação / #filocri

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / cafés filosóficos / educação / filosofia da educação / #filocri

"a prática filosófica é sofrer tranquilamente" - oscar brenifier

joana rita sousa, 17.02.19

tumblr_pmzhlnEqtp1qhzqx6o1_500.jpg

 

pensar exige um esforço deliberado, obriga-nos a olhar para coisas que não são agradáveis e que nos deixam inseguros. o trabalho do pensamento crítico passa por parar para pensar e observar cada passo que damos.

o treino que os seminários do Oscar Brenifier proporcionam é, para mim, essencial para o desenvolvimento do meu trabalho enquanto facilitadora (ou dificultadora) de oficinas de filosofia (para crianças e jovens e até para adultos). 

descubro sempre coisas novas. redescubro coisas que vou esquecendo pois a espuma dos dias é espumosa demais e é fácil praticar o "go with the flow". é difícil tomar conta da nossa vida. contrariar isso exige consciência, exige prestar atenção, tratar de uma coisa de cada vez. 

 

52276855_10216703813800036_2201693604223647744_n.j

o hipópotamo, um ser autêntico. e praticante da simplicidade: tenho fome, como. tenho sede, bebo água. sem "mas", sem "depende", sem "agora não". sem "neste caso, não". para o hipópotamo há o aqui e agora.

parar para pensar no próprio pensamento é um trabalho de autenticidade, de pessoas se permitem ser hipópotamos. 

 

(sobre)vivi a mais dois dias de seminário de pensamento crítico: dois dias intensos, turbulentos e divertidos. o facto de os ter partilhado com pessoas que estimo e com quem tenho a possibilidade de partilhar as "dores" (e as alegrias) do pensar mais profundamente - isso foi a cereja no topo do bolo.

 

52748227_2290227584580790_744892391646822400_n.jpg

(fotografia da Elsa Cerqueira, partilhada no facebook. da esquerda para a direita: eu, Alice Santos e Oscar Brenifier)

 

até já, Oscar!

 

 

1 comentário

Comentar post