Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

05 de Fevereiro, 2023

a importância do contexto

- pensamento crítico e jantares de sexta à noite

joana rita sousa

stella-de-smit-raE26Th7NwE-unsplash.jpg

 

há dias entrei no twitter e li alguns comentários e algumas piadas sobre "jantar fora à sexta". ao passar os olhos pela timeline não consegui encontrar a origem dessas piadas. faltava-me o contexto e a informação. rapidamente me aconselharam a pesquisar por "ceo santander". 

entre piadas sobre bifes e tofu, chega-me um tweet com um excerto do vídeo de onde a frase apelativa foi retirada. 

a frase "Portugueses continuam com padrão de consumo elevado, a jantar fora à 6ª feira” pode ser interpretada de várias maneiras. pode ser a conclusão de um estudo sobre hábitos de consumo, pode ser uma opinião sem fundamento, pode ser uma crítica às prioridades de gastos dos portugueses. 

se NÃO nos precipitarmos e se evitarmos uma partilha desenfreada ou tomada de posicionamento sobre o que é dito, teremos oportunidade de conhecer o contexto de quem disse, onde disse e quando o disse. ainda que dê algum trabalho, seria importante investigar e ir para lá da frase apelativa (que poderá, por exemplo, confirmar a minha ideia de que os CEO dos bancos são isto ou aquilo - ver viés de confirmação). 

sabemos que as frases apelativas são um bom chamariz de clicks e de partilhas e, se queremos ser pessoas pensadoras críticas, devemos não ceder ao impulso de partilhar sem ler.  é bom ter em mente que uma frase isolada do seu contexto poderá transformar-se noutra coisa ou em várias outras coisas, consoante o prisma de quem lê ou partilha. 

 

se desse lado do écran se encontra uma pessoa interessada em praticar pensamento crítico recomendo a leitura destes artigos que já escrevi sobre o assunto do pensamento crítico, fake news e desinformação. ora aqui estão os links:

- como não ser um totó nas redes sociais 

- desinformação e redes socias

- sobre o discurso de ódio nas redes sociais

- 2 coisas que qualquer pessoa pode aprender com Descartes

- como topar desinformação online

 

estas leituras são recomendadas para quem janta fora à sexta à noite e para quem não janta fora à sexta à noite. 

 

[se pretende trabalhar pensamento crítico considere inscrever-se num Café Filosófico ou no #ClubeDePerguntas (consulte a agenda neste link). se pretende um acompanhamento mais personalizado (mentoria) contacte-me através deste formulário

 

📷  Stella de Smit / Unsplash  

1 comentário

Comentar post