Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

Schools Try Philosophy to Get B-School Students Thinking Beyond the Bottom Line

 

 

«The philosophy department is invading the M.B.A. program—at least at a handful of schools where the legacy of the global financial crisis has sparked efforts to train business students to think beyond the bottom line. Courses like "Why Capitalism?" and "Thinking about Thinking," and readings by Marx and Kant, give students a break from Excel spreadsheets and push them to ponder business in a broader context, schools say.»

ontem foi assim, na FNAC Chiado

a apresentação do livro Giro, logo existo, da autoria de Catarina Barosa, aconteceu ontem, na FNAC Chiado,tendo contado com a presença do Professor Mendo Henriques
para mim é uma honra fazer parte do grupo de seis filósofos entrevistados pela Catarina e cujas conversas podem encontrar no livro, editado pela Kelly Services e Tema Central
o livro está em destaque na edição de Janeiro da Revista Pessoal

tertúlia no Teatro Rapido

pretendemos levar o público a imaginar como seria (é?) viver na república da (e dos?) bananas

a conversa não terá necessariamente um cunho político a não ser aquele que definia os políticos nos tempos idos da Grécia, berço da democracia: o político é o Homem da polis (da cidade)

venha daí recuperar o hábito de conversa de café, ao estilo dos cafés filosóficos, de agora e das tertúlias tão portuguesas, de outros tempos


moderadores: Mário Pires e Joana Sousa

no Teatro Rápido (Rua Serpa Pinto, Chiado, Lisboa)

café filosófico em Sintra | 15 de Junho

as palavras do Tomás Magalhães Carneiro: «Um Café Filosófico é um encontro de filosofia num lugar público (não necessariamente um café) onde todos podem participar numa reflexão filosófica em grupo, independentemente da sua bagagem filosófica.

Os Cafés Filosóficos que organizamos procuram proporcionar uma pequena pausa para pensar, conviver e discutir educadamente temas do universo da filosofia.»

o primeiro café filosófico em Sintra terá como tema a utilidade da filosofia e terá lugar no Café Saudade (
Av. Miguel Bombarda, 6, 2710-590 Sintra, Portugal)

com açúcar, sem açúcar, pingado ou sem princípio... venha beber um café com filosofia!

consulte o evento no facebook... AQUI

café filosófico em Sintra | 15 de Junho

nas palavras de Tomás Magalhães Carneiro:

«Um Café Filosófico é um encontro de filosofia num lugar público (não necessariamente um café) onde todos podem participar numa reflexão filosófica em grupo, independentemente da sua bagagem filosófica.

Os Cafés Filosóficos que organizamos procuram proporcionar uma pequena pausa para pensarconviver ediscutir educadamente temas do universo da filosofia.»

vai um café? com filosofia!


Todas as 2ª feiras de Outubro ás 22h, vamos mais uma vez contar com a moderação de Tomás Magalhães Carneiro e com a presença de todos os interessados em pensar e aprofundar temas e problemas do universo da filosofia.



Um Café Filosófico é um encontro informal de filosofia num lugar público (mas não necessariamente num café) onde todos podem participar numa reflexão filosófica em grupo, independentemente da sua bagagem filosófica.








O QUE É UM CAFÉ FILOSÓFICO

Um Café Filosófico é um encontro de filosofia num lugar público (não necessariamente um café) onde todos podem participar numa reflexão filosófica em grupo, independentemente da sua bagagem filosófica.

Os Cafés Filosóficos que organizamos procuram proporcionar uma pequena pausa para pensar, conviver e discutir educadamente temas do universo da filosofia.

Estes Cafés Filosóficos pretendem mostrar que a filosofia pode ser um exercício descomplexado de reflexão intelectual sem a carga de erudição e obscurantismo, muitas vezes associada à filosofia académica. Se, por um lado, é uma mais valia inestimável conhecer a história da filosofia e o que disseram (e dizem) os grandes filósofos, também é verdade que este conhecimento muitas vezes se substitui ao exercício do pensamento genuíno, que cada um de nós deve fazer por si.

Nos nossos Cafés Filosóficos não descuramos nenhum contributo intelectual vindo da história da filosofia que nos possa ajudar a avaliar os problemas que temos pela frente, mas favorecemos e valorizamos aqueles contributos que surgem espontaneamente no calor da discussão e que nascem do interesse e do esforço intelectual dos participantes. Apenas estes contributos genuínos e espontâneos permitem aqueles insights cognitivos que por vezes surgem num Café Filosófico e que imediatamente são reconhecidos por todos como verdadeiros “momentos filosóficos”. É fascinante ver surgir à nossa frente uma ideia ou um argumento fruto de uma mente genuinamente empenhada em pensar de forma autónoma e critica.

O que anima estas sessões de filosofia é um enorme gosto pela discussão educada e pelo confronto intelectual entre pessoas reais (o oposto do mero encadeamento de discursos e ideias em 2ª mão). Este sentimento faz-nos sentir únicos, despertos, numa palavra, vivos.

Venha pensar connosco!



Mais informações em: http://filosofiacritica.wordpress.com/
 
 
Se está no Porto, participe no 42º CAFÉ FILOSÓFICO



Clube Literário do Porto (R. Nova da Alfândega, 22, Porto) | 26 de Setembro às 17h30

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D