Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filocriatividade | filosofia e criatividade

>> oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos >> formação para professores e educadores (CCPFC) >> nas redes sociais: #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

pensar DENTRO da caixa - oficinas para treinar a criatividade, no dia-a-dia

98456262_10156763057021548_4181907766606036992_o.j

 

Parar para pensar – e para criar, DENTRO da caixa.

 

Eis o desafio destas oficinas, durante as quais os participantes terão oportunidade de dar largas à criatividade. Esta entende-se como algo que pode ser aplicado no quotidiano. O curso pretende dar ferramentas para que a prática da criatividade faça parte dos seus dias. Vamos a isso?

Durante estas oficinas vamos procurar pontos de criatividade no nosso dia-a-dia, desde a forma como organizamos o dia de trabalho ou uma reunião, ou a forma como criamos uma lista de comprar no supermercado.
Apoiados em ferramentas da área da criatividade, vamos fazer pontes entre a teoria e a prática da criatividade, procurando tácticas que permitam tirar partido dessas ferramentas, na vida de cada um.
O desafio: que cada um de nós olhe para o seu dia de uma forma nova, procurando gerir o tempo com um toque de criatividade. Aceita o desafio?

 

Autores de referência: Tony Buzan, Robert Fisher, Immanuel Kant e Edward de Bono.

TÓPICOS
a) Caixa? Mas qual caixa?
b) Mapear o pensamento
c) Técnicas de criatividade para o dia-a-dia
d) O diálogo como ferramenta de criatividade

Destinatários: adultos motivados para aprender e colocar a criatividade em prática

3 de junho, terça-feira, 18:30h - 21:30h
5 de junho, quinta-feira, 18:30h - 21:30h

Valor de inscrição: 25,00€

Com Joana Rita Sousa, Filocriatividade - Filosofia e Criatividade, formadora na área da criatividade, consultora na área da estratégia digital, filósofa e colecionadora de perguntas.
__________
Inscrições: bit.ly/oficina-criatividade-

 

agenda #FilosofiaAoVivo

- maio e junho

#FilosofiaAoVivo pretende dar a conhecer filósofos e ideias, estabelecendo pontes com a nossa vida quotidiana.
 
Durante meia hora estarei em directo no instagram para partilhar algumas provocações para pensar.
 
Eis a agenda das próximas semanas:
 
22 de Maio: Nietzsche
29 de Maio: Pitagóricas
5 de Junho: Santo Agostinho
12 de Junho: Wittgenstein
19 de Junho: Mary Midgley
26 de Junho: Aristóteles
 
[sextas, às 12h30]
 
 
 

1.png

 

 
Apoio à divulgação: Rádio Miúdos - radiomiudos.pt

o novo centro de Filosofia para Crianças e Jovens da SPF

 

"O novo centro de Filosofia para Crianças e Jovens da SPF tem por objetivo divulgar as iniciativas e atividades que se realizam na Filosofia para e com Crianças e Jovens em Portugal e no resto do mundo."

 

para mais informações, consultar a página do Centro, no website da Sociedade Portuguesa de Filosofia.

 

 

 

Agostinho da Silva, conversas vadias e pensamentos à solta

- ep. 5 da #FilosofiaAoVivo

agostinho-da-silva_fb.jpg

 

sábio, visionário, homem comum 

nasceu no Porto em 1906 e morreu em Lisboa em 1994. foi um homem que dedicou muito do seu tempo a aprender, tendo estudado Filologia Clássica. doutorou-se e passou uma temporada no Brasil como professor na Universidade, tendo contribuído para a fundação de várias universidades. 

diz Paulo Borges, na Logos: "a sua pessoa e ideias assumiram invulgar popularidade, sobretudo entre a juventude, nos finais da década de 80. desde sempre marcada pelo gosto do paradoxo e da superação de contrários, pela independência e inconformismo das ideias e intervenções, e por invulgares dons de comunicação oral e escrita, a figura de Agostinho da Silva desenha-se num singular misto de sábio, visionário e homem comum, no qual o pensamento e a vida se indistinguem, e a erudição alimenta um modo de ser proposto pela convivência directa e por um discurso simples.

Agostinho da Silva recusou a designação de filósofo, em vários momentos. também rejeitou o rótulo de pensador. a sua vida não terá sido aquela que se reconhece ao filósofo académico, mas sim ao filó-sofo, ao homem que ama a sabedoria, que a busca. a sua vida é um agir filosófico, é um colocar em prática dessa busca pela sabedoria. 

 

"os meninos, melhor que nós (...) já sabem que (...) muitas das coisas que ensinamos nas nossas escolas são desnecessárias para eles." 

 

agostinho da silva em modo mind map 

 

 

EYDytP1WkAERO-I.jpg

 

EYDy8ehWsAI3_N9.jpg

hoje não cumpri com o texto corrido sobre Agostinho da Silva, preferi partilhar convosco a base do meu estudo, do meu diálogo com Agostinho da Silva. 

"pensar é pensar com", disse Kant. esse é um grande mote desta #FilosofiaAoVivo! 

 

EYDzVi8WkAAix-5.jpg

 

 

 

 

"não é vergonha nenhuma não saber, a pessoa está no mundo para perguntar."

 

sugestões de leitura:

- entrada na Logos sobre Agostinho da Silva

- colecção Círculo de Leitores dedicada a Agostinho da Silva, onde se podem encontrar as Sete Cartas a um Jovem Filósofo

para ouvir Agostinho da Silva na primeira pessoa: conversas vadias no YouTube 

 

 

o audio deste episódio está disponível no twitter, basta clicar AQUI.

e não é preciso ter conta no twitter para ouvir! 

 

 

 

 

 

 

 

filocriatividade: nova imagem, novo website - a mesma essência

filocri.png

em 2006 criei este blog para partilhar o que eu encontrava por esse mundo fora sobre filosofia aplicada e filosofia para crianças e jovens. 

o projecto filocriatividade nasceu "oficialmente". em 2008. na altura tinha outro nome e outra imagem. desde então conquistou um espaço no twitter, no facebook e no instagram. além do blog, é nestas redes sociais que faço chegar pensamentos e momentos em torno da filosofia para crianças e jovens, bem como dos cafés filosóficos e das formações que vou ministrando. 

 

hoje o projecto filcriatividade ganha nova vida através do website pensado e criado pela equipa Active Media.

 

já visitou? basta clicar AQUI!

 

(e sim, este "velho" blog vai manter-se por cá, pois tem muitas memórias alojadas e conta muitas histórias!)

 

 

 

 

desafios filosóficos na caixa de correio electrónico de crianças, de jovens e de uma família

- e assim acontece o #filopenpal

96367359_3811990288871635_5675428814964916224_n.pn

um desafio para as famílias 

quando pensei nestes desafios, idealizei uma situação de "one-to-one": eu e outra pessoa. até que surgiu uma família de seis pessoas interessada em participar no #filopenpal, de forma colectiva. ora, pareceu-me uma excelente ideia. 

desta forma, o #filopenpal revela-se um espaço de diálogo e de partilha, entre pais e filhos, que devem depois chegar a um consenso para me dar resposta (ou dar perguntas!) ao desafio que eu envio (através de e-mail e google drive).

hoje seguiram os desafios: para a semana há troca de respostas e de perguntas. darei conta destas aventuras aqui pelo blog!

 

se pretender subscrever este serviço 100% online, pf envie-me um e-mail: joana@filosofiaparacriancas.pt 

 

 

 

 

"A inacção pode salvar?" - #FilosofiaAoVivo & Santa Teresa d'Ávila

santa_teresa.jpg

Teresa

na passada sexta a convidada especial do ep. de #FilosofiaAoVivo foi a Doutora da Igreja e filósofa mística, Santa Teresa d'Ávila ou Santa Teresa de Jesus.

nasceu em 1515 e faleceu em 1582, tendo escrito a sua obra prima aos 62 anos. O Castelo Interior é uma obra de referência para quem pretende aproximar-se da filosofia mística de Teresa. nesta obra, a filósofa assume três pontos essenciais no caminho: o ponto de partida (deus está dentro de nós), o caminho para o alcançar (a oração e a interioridade) e o fim a atingir (a santidade, em união com deus). 

 

Carmelitas Descalças e os escritos teresianos 

desde cedo que Teresa revelava devoção aos santos e inclinação para a vida de mosteiro. ao lado de São João da Cruz, outro filósofo místico, reformou as Carmelitas e fundou as Carmelitas Descalças. 

os escritos teresianos revelam quatro momentos no processo de ascensão da alma: a oração mental, a oração do silêncio, a oração da união e a devoção ao êxtase. as suas obras são, acima de tudo, relatos com bastante pormenor analítico das suas experiências pessoais. 

as suas obras foram redigidas com o intuito de serem partilhadas entre pares e não "para o mundo exterior". acontece que as obras acabaram por ser copiadas por monges e foi a própria filósofa que fez emendas aos textos antes de serem impressos. 

 

qual a pertinência de ler Santa Teresa d'Ávila nos tempos que correm?

vivemos tempos de confinamento. em nome da saúde pública pedem-nos para agir o mínimo possível, para sair na medida do estritamente necessário. pergunto: é a inacção que nos salva? que valor tem o recolhimento? 

a oração parece um tema pouco actual e textos como os de Teresa correm o risco de serem enquadrados no conjunto de condutas caracterizadas como alienatórias e irracionais. o professor Carlos Silva sublinha mesmo que a ascese é frequentemente mal vista, rotulada como absurda ou até como um sinal doentido de isolamento. será um trabalho inútil. 

volto a repetir: nos nossos dias o recolhimento revelou-se um trabalho útil e uma tarefa nada fácil para muitos. 

pergunto aos leitores deste artigo: que perguntas vos assaltaram durante o isolamento? que dificuldades tiveram (ou têm)? como lidam com a incerteza? 

 

EXXwKljUMAInMWm.jpg

 

sugestões de leitura:

as obras completas de Santa Teresa d'Ávila estão disponíveis nas Edições Carmelo.

o professor Carlos Silva tem um texto muito pertinente sobre a experiência orante.

a enciclopédia LOGOS tem uma entrada sobre a filósofa. 

 

o audio deste episódio está disponível no twitter, basta clicar AQUI. e não é preciso ter conta no twitter para ouvir! 

Mais sobre mim

O que faço?

Filosofia é coisa para miúdos

Fórum na Revista Dois Pontos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub