Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filosofia em tempos de confinamento e de pandemia

- philosophy in times of lockdown and pandemic

hoje partilho mais dois projectos relativos ao tema filosofia em tempos de confinamento. 

[EN] today I'm sharing two projectos related to philosophy in times of lockdown 

 

PhiloQuests

 

csm_ipcj_en_qp_0abienvenue_voie_8d8bf81897.png

Natalie M. Fletcher escreveu-me um e-mail para me falar do projecto PhiloQuests:

[EN] Natalie M. Fletcher wrote me an e-mail to tell me about this project:

 

"I just wanted to share our own project during lockdown: It’s called PhiloQuests and represents over a hundred free activities in creative reflection, or what we have to come call “philocreation,”, which is Brila’s approach to the P4C model!

It’s a collaboration between Brila and the Université de Montréal."

 

Como hacemos Filosofia para Niñas, Niños y Jóvenes desde casa? 

 

do México chega este vídeo com o testemunho de educadores dedicados à filosofia para crianças e jovens. 

[EN] arriving from Mexico you can listen to educators and P4C facilitators talking about philosophy and lockdown. 

*

o meu pequeno contributo para parar para pensar, em tempos de confinamento, chama-se #FilosofiaAoVivo, e acontece semanalmente no instagram e no twitter. podem saber mais sobre o projecto através deste artigo publicado no P3 (Público).

[EN]

my little contribution to stop an think in lockdown is called #FilosofiaAoVivo. it happens weekly on instagram and twitter. you can learn more about the project by reading this portuguese article published at the newspaper P3 (Público)

 

 

 

X Colóquio Internacional de Filosofia e Educação

Afirmar, inventar, re-existir: o que pode uma educação filosófica? 05 a 09 de outubro de 2020 [onlin

2caras.gif

"O Colóquio Internacional de Filosofia e Educação é um evento GRATUITO e aberto a TODAS as pessoas, sem condições. A inscrição pode ser feita independente de nível de escolaridade, nacionalidade, idade, área de atuação, time de futebol... O ÚNICO requisito para participar é um texto curto que comece e termine com perguntas."

 

mais informações AQUI

 

ecos do Café Filosófico [online]

- por que nos sentimos presos dentro da nossa própria casa?

95075597_10156700467081548_6154026924952780800_o.j

 

no passado dia 25 de maio filosofámos em casa e em segurança, em torno de uma pergunta provocadora e actual: por que nos sentimos presos dentro da nossa própria casa? 

no final, a avaliação do trabalho por parte dos participantes: 

 

"eu achei muito interessante ver perspectivas diferentes."

"houve um aprofundamento, da casa física passámos para a casa interior."

"senti um enriquecimento pessoal."

"há opiniões diferentes e a nossa opinião, achamos que não mudou, mas ficámos com uma ideia diferente."

"saímos de nós mesmos."

"no fundo, resumindo: conseguimos sair da nossa caixa."

"acho maravilhoso como é que com todas as diferenças conseguimos abordar a questão. consegui viajar convosco." 

"a imagem foi muito importante, pelo efeito do choque."

 

 

se quiser inscrever-se no próximo café filosófico [online], no dia 8 de junho, preencha o seguinte formulário: bit.ly/cafés-filosóficos 

#FilosofiaAoVivo convida Santo Agostinho

#filosofiaaovivo_IG_feed.png

na próxima semana convidamos Santo Agostinho para a #FilosofiaAoVivo: 

 

"Confessarei, pois, o que sei de mim, só o sei porque Vós o que de mim ignoro, pois o que sei de mim, só o sei porque Vós me iluminais; e o que ignoro, ignorá-lo-ei somente enquanto as minhas trevas se não transformarem em meio-dia, na vossa presença."

(Confissões, livro X, p. 219)

 

às 12h30, no instagram (pesquise por filocriatividade).

 

 

 

quem eram as mulheres da escola Pitagórica?

#FilosofiaAoVivo

para preparar este episódio da #FilosofiaAoVivo ouvi atentamente o trabalho de pesquisa e as conversas entre as investigadoras do grupo Uma Filósofa por mês

o objectivo deste grupo de pesquisa é dedicar cada um dos meses do ano a uma filósofa. afinal, qual o papel das mulheres na filosofia? onde podemos encontrar a sua voz? quem são? quais as fontes para podermos ler e dialogar com estas mulheres? o que as preocupava? 

 

Ao longo de todo o ano, com uma filósofa por mês, nossos esforços estarão voltados a reflexões que nos encaminhem para algumas respostas possíveis a perguntas que uma perspectiva feminista sobre a história da filosofia não cessa de colocar a nossa cultura filosófica e ao nosso currículo acadêmico.

 

assim, este episódio da #FilosofiaAoVivo é uma dupla homenagem: às Pitagóricas e ao projecto Uma Filósofa por mês. 

 

a descoberta das Pitagóricas

através do projecto Uma Filósofa por mês e da partilha que têm vindo a fazer nas redes sociais, pude tomar conhecimento das várias mulheres que terão feito parte da escola Pitagórica. "parece qeu houve uma escola onde as mulheres faziam filosofia juntas", podemos ouvir na conversa entre as investigadoras Ilze Zirbel e Janyne Sattler. 

do que falavam estas mulheres? encontramos registos de várias cartas trocadas entre as mulheres; muitas dessas cartas tratavam de temas domésticos; como por exemplo, do papel de mãe e de esposa e também do papel da mulher na sociedade.

o projecto Uma Filósofa por mês disponibiliza um ebook com as Traduções dos Textos das Pitagóricas. consultando o índice temos acesso aos nomes dessas mulheres. há dúvidas sobre os nomes de algumas, sobre a sua exactidão - e essas dúvidas são partilhadas pelos investigadores. 

uma destas mulheres, Perictione, poderá ter sido a mãe de Platão. como dizem as investigadoras, não só a mãe que cuida e alimenta, mas a mãe intelectual ou a mãe responsável pela educação de Platão.

 

 

Fintis (séc. III a.C.) e a valorização das virtudes do corpo

após a leitura e audição do material disponibilizado pelo projecto Uma Filósofa por mês, escolhi uma das filósofas para uma leitura mais atenta. chamou-me a atenção o facto do texto se referir às virtudes do corpo. 

no Tratado sobre a moderação da mulher,  Fintis aborda a questão da ética e distancia-se um pouco da linha grega que sublinha a importância das virtudes da alma. 

Fintis valoriza as virtudes do corpo, a saber: a saúde, a boa percepção, o vigor e a beleza. nas notas de rodapé à tradução do texto, as investigadores sublinham: 

"(...) falar de virtudes do corpo não é frequente nem muito menos esperado num contexto pitagórico e puritano, onde predomina o papel negativo do corpo como prisão da alma."

 

a filósofa aborda neste texto aquilo que está destinado a homens e a mulheres. apresenta a ideia vigente da sociedade onde se encontra um fundo patriarcal bastante marcado, onde o homem tem como tarefa ocupar-se com o que acontece para lá das paredes da casa e a mulher está encarregue do que acontece dentro de casa.

tal visão da sociedade dificultou o acesso das mulheres à participação na vida pública, no séc III a.C. (época na qual Fintis é considerada, em termos cronológicos). essa visão da sociedade entranhou-se na sociedade, de tal forma que no séc. IV a figura de Hipácia de Alexandria fosse colocada em causa, pela sua participação activa na vida política. bem vistas as coisas, nos nossos dias ainda é notícia quando uma mulher assume um cargo político de grande destaque. estamos em 2020.

 

o pensamento de Fintis mostra-nos uma visão de equidade, entre homem e mulher, no que respeita às virtudes: 

"(...)as virtudes chamadas cardeais (prudência, justiça, fortaleza e moderação ou temperança) são comuns ao homem e à mulher."

 

recomendo vivamente que acompanhe o trabalho da equipa Uma Filósofa por mês. certamente se irá surpreender com a quantidade de mulheres identificadas e, também, com o que pensaram e disseram, entre si e na comunidade. 

na enciclopédia Logos não há uma entrada referente a Fintis.

fiz uma pesquisa no google e ainda tive esta sugestão de pesquisa:

EZBK7W1WoAMFF6_.jpg

o google conhece-me bem e sabe que há muitos anos que falo da prática da filosofia como um ginásio.

penso, logo fittness! 

 

o audio deste episódio está disponível no twitter, basta clicar AQUI. e não é preciso ter conta no twitter para ouvir! 

 

 

 

"Le temps de penser ; le temps de la pensée"

- a propósito do Dia Mundial da Filosofia 2020

Screenshot 2020-05-27 at 10.22.22.png

"Les 19èmes "Rencontres Internationales sur les Nouvelles Pratiques Philosophiques" se tiendront à la Maison de l'UNESCO (Paris) les 19 et 20 novembre 2020. Le vendredi 20 novembre de 17h à 18h30 se déroulera la Cérémonie de reconduction de la Chaire UNESCO sur la philosophie avec les enfants, en présence d'H. Rosa (parrain de la Chaire). Les "Rencontres" sont gratuites et ouvertes à toutes et tous. Les inscriptions sont cependant obligatoires sur notre site pour pouvoir entrer dans la Maison de l'UNESCO."

 

a submissão de propostas de comunicação dentro da temática "Le temps de penser ; le temps de la pensée" está em curso e pode ser consultada neste link.

 

 

 

Clube de Perguntas: um clube para pessoas curiosas e perguntadoras

eis uma ideia que andava a "marinar" algum tempo: criar uma forma de trabalhar, colaborativamente, as perguntas. aliás, o perguntar.

pensei: será que andam por aí pessoas curiosas e perguntadoras, que aceitem o desafio de parar para perguntar? 

assim nasceu o Clube de Perguntas. para quem quer perguntar!

 

como funciona?

entre o dia 1 e o dia 5 de cada mês eu envio uma provocação para o perguntar, via e-mail. 

cada membro terá de praticar o perguntar, em segurança, em casa, para partilharmos em conjunto entre os dias 20 e 30 desse mesmo mês. nesta altura reunimos online para partilhar as perguntas e registar num google doc partilhado entre os membros.

no mês seguinte poderá repetir a experiência, se quiser! 

 

se pretende saber mais sobre o Clube de Perguntas e a inscrição como membro, peço que preencha o formulário "Quero ser um membro do Clube de Perguntas". 

 

 

 

Com o tempo - proposta de exercício de pensamento a partir de um livro

IMG_20200526_123357_227.jpg

[nota: este exercício pode ser feito a partir de outro livro.]

hoje tirei da prateleira o livro "Com o tempo", da Isabel Minhós Martins e da Madalena Matoso.

estive a ler e a saborear as ilustrações.

resolvi sentar-me para registar algumas perguntas que me surgiram e aproveitei para fazer um exercício. eis os passos que dei:

 

1 - escolha um livro.

2 - leia o livro.

3 - leia de novo, desta vez em voz alta.

4 - pegue numa caneta ou lápis e numa folha A3 (ou A4, o que tiver à mão).

5 - no centro da folha escreva o título do livro.

6 - volte a folhear o livro, página a página. procure que cada folha dê origem a uma pergunta.

7 - registe as perguntas à volta do centro da folha, como vê aqui:

 

20200525_222245.jpg

8 - as perguntas podem ser inspiradas na ilustração ou no texto. seja flexível quanto a isso e registe todas as perguntas que surgirem, tenham ou não uma ligação "directa" ou "óbvia" com o livro.

9 - seleccione algumas palavras chave nessas perguntas: pode usar como critério o facto de serem palavras que se repetem várias vezes, pode tentar encontrar opostos... defina um critério.

10 - crie um novo mapa mental com essas palavras chave em ramo e o título do livro ao centro:

IMG_20200526_123357_226.jpg

11 - crie novas perguntas, agora a partir dessas palavras chave. 

12 - escolha uma pergunta para servir de diálogo com a sua família ou com a sua turma.

 

bons diálogos! 

 

online seminar session by Prof. Felix García Moriyón

Online Seminar Session of P4C-AIM

We warmly invite everyone to a talk by Prof. Felix García Moriyón (Universidad Autónoma de Madrid) Tuesday at 5:30 (GMT +1).

Prof. Félix García Moriyón is a leading figure of Philosophy for Children and honorary professor at Department of Didáticas específicas (UAM) and a teacher for more than 35 years.

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/95024051252?pwd=N1llWXhodDIxUG9BRnZKMWR6aloyUT09

Please email Dina Mendonça - md@fcsh.unl.pt for further details
 

100060961_2990738141016310_8488975188069711872_n.p

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

filosofia em tempos de confinamento e de pandemia

- philosophy in times of lockdown and pandemic

em março convidei alguns membros do ICPIC (e não só!) para pensarmos a pandemia e publiquei dois artigos com algumas respostas, que podem ler AQUI e AQUI.

desde então tenho assistido a alguns projectos, na área da filosofia aplicada, que têm levado a cabo este trabalho de pensar a partir do confinamento.

hoje vou destacar dois projectos e agradeço que se conhecerem outros projectos do género que me enviem um e-mail para joana@filosofiaparacriancas.pt 

[EN]

in late march I invited the members of ICPIC (and other P4C communities) to think about the pandemic. at the time i published two articles with some of the answers, that you can read HERE and HERE.

since then i've been watching some applied philosophy projects that have been working around the lockdown state of life.

today i will talk about two projects. if you know other projects about philosophy and questioning around lockdown and the pandemic, please write me an e-mail: joana@filosofiaparacriancas.pt

 

BOÉCIO Epistolar

conheço o Jose Barrientos-Rastrojo há muitos anos. se bem penso, foi das primeiras pessoas que conheci na área da filosofia aplicada. tenho acompanhado o seu trabalho de perto e, em vários momentos, tenho tido a oportunidade de participar nalgumas das suas iniciativas, dentro e fora da academia. tive também o privilégio de poder contar com a sua orientação na dissertação do meu 1.º mestrado (gestão de recursos humanos e filosofia aplicada).

José Barrientos Rastrojo, especialista en Filosofía Aplicada, profesor Titular de la Universidad de Sevilla y director del Proyecto I+D+i de Filosofía Aplicada en Prisiones financiado por la Unión Europea, coordina, desde el inicio de confinamiento en España, BOECIO epistolar. Por medio de este proyecto, presos de reclusorios latinoamericanos ofrecen consejos a occidentales confinados de países Europeos y de fuera del continente.

BOECIO epistolar é um projecto que leva a filosofia para dentro das prisões. em temos de confinamento, pensar liberta? fazer questões pode levar-nos para lá das quatro paredes?

em tempos de confinamento, qual é a diferença entre a minha vida e a vida de um prisioneiro?

 

“El encierro no es tan malo como pensamos. Nos ayuda reflexionar sobre lo que somos, [a ser conscientes de que cuando no estamos encerrados] estamos bien, [reflexionar sobre el hecho de] qué debemos cambiar. Asimismo, el aislamiento te debe de impulsar a valorar las cosas [olvidadas]”.

 

 

Auto-entrevistas em confinamento - I wonder - self interview during lockdown

 

wonder_ponder.jpg

já acompanho o trabalho wonder ponder há uns anos e recomendo MUITO os seus recursos, provocadores e criativos. 

o que são estas auto-entrevistas? 

é um projecto que convida crianças e jovens, entre os 5 e os 18 anos, a fazer perguntas e pensar acerca da pandemia, do confinamento e do impacto que a #covid19pt teve na sua vida.

as entrevistas podem ser escritas, gravadas (audio) ou ilustradas. 

podem participar crianças e jovens de todo o mundo! 

 

In what ways do you think your situation is similar to being in prison?

I am in confinement and if the police catch you outside, they take you back to confinement.

 

*

o meu pequeno contributo para parar para pensar, em tempos de confinamento, chama-se #FilosofiaAoVivo, e acontece semanalmente no instagram e no twitter. podem saber mais sobre o projecto através deste artigo publicado no P3 (Público).

[EN]

my little contribution to stop an think in lockdown is called #FilosofiaAoVivo. it happens weekly on instagram and twitter. you can learn more about the project by reading this portuguese article published at the newspaper P3 (Público)

 

 

 

Pág. 1/3

Mais sobre mim

O que faço?

Filosofia é coisa para miúdos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

subscrever feeds