Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / nas redes sociais: #filocri

oficinas de filosofia, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / nas redes sociais: #filocri

28 de Julho, 2016

"meu querido mês de agosto"

joana rita sousa

tumblr_o4k6hdhrCU1qhzqx6o1_500.jpg

em agosto as oficinas #filocri vão abrandar, para dar lugar à escrita, à investigação - e ao descanso necessário para que se possam manter os níveis de qualidade no trabalho que é desenvolvido nas escolas, nos atl ou nos centros de estudo

 

agosto é também o mês de expectativa e de procura. de quê? da(s) escola(s) ou colégio(s) que possa(m) acolher o nosso trabalho no próximo ano lectivo, 2016/2017.

 

ainda não me saiu o "euromilhões" - entenda-se, ainda não encontrei a escola ou colégio que queira abraçar a filosofia para crianças e jovens para lá de um ano lectivo, "à experiência", nas AEC. é gratificante o trabalho de continuidade que um ano lectivo nos proporciona, mas depois falta aquilo a que chamo "a continuidade contínua" - e que consiste em acompanhar um mesmo grupo durante dois, três, quatro anos. 

já tive a oportunidade de desenvolver esse trabalho - em parceria com uma educadora de infância, bem como com os grupos #philoTKD. e gostaria MUITO de repetir.

 

nos próximos tempos irei recuperar, aqui,  alguns textos para que possam, desse lado, recordar algumas histórias das minhas aventuras no país das filosofices!

 

que venha agosto - e com ele, boas notícias para setembro.

 

 

 

 

22 de Julho, 2016

"as perguntas que tu fazes"

joana rita sousa

- joana, tu devias ser professora. e de filosofia!
- ah sim, perguntei. por que dizes isso?
- é que tu explicas mesmo bem as coisas.
- eu? mas vocês é que fizeram o trabalho todo. as ideias são vossas... bom, agora são de todos! - disse, apontando para as folhas no chão, com as ideias da oficina.
- pois, mas só conseguimos dar essas ideias por causa das tuas explicações. das perguntas que tu fazes.

 

13562004_655127654639317_1859240766_n.jpg

 

oficinas #filocri no JI e 1º ciclo 

CAF - Lisboa, Julho 2016 

22 de Julho, 2016

pensar sobre o sentido | thinking about meaning

joana rita sousa

13562004_655127654639317_1859240766_n.jpg

 

[pt]

 

o Peter Worley publicou um livro com 40 exercícios para a sala de aula, exercícios para provocar o pensamento. finalmente tive tempo de o ler com atenção e de começar a levar alguns deles para as minhas oficinas de filosofia. 

levei a "máquina do tempo" e o exercício "frases" - pág. 47 do livro 40 lessons to get children thinking. trabalhei com grupos com idades diferentes, entre os 5 e os 10 anos. tive o cuidado de dirigir o diálogo de acordo com as suas idades.

num dos grupos, entre os 7 e os 8 anos, acabámos por ter um segundo momento de diálogo sobre o exercício que nos levou a pensar sobre o que é adivinhar e procurar o sentido das coisas. 

foram oficinas muito ricas, que assumiram rumos diversos, consoante os grupos, o exercício comporta muita incerteza para o facilitador, pois há várias possibilidades de trabalho a partir dele.

 

[eng]

 

Peter Worley wrote a book with 40 lessons to get children thinking, for primary teachers. finally i had the opportunity to read it and to choose some exercices to practise at my workshops

i took the time machine and the sentences exercice - page 47 from the book. i've worked with groups with different ages, between 5 and 10 years old. in a group with 7/8 years old we had a second momento to discusse the exercice, a week later. it drove us to think what is the difference between guessing  (adivinhar) something and to look for / investigate (procurar)  the meaning of things.

the workshops with the different groups, which took different directions, depending on the groups and their own dynamics. the exercise involves a lot of uncertainty for the facilitator. 

 

 

 

 

20 de Julho, 2016

pensar sobre a liberdade | thinking about freedom

joana rita sousa

13706825_1754207018197894_2129326361_n.jpg

 

O que é estar preso?

"É estar dentro de alguma coisa e não conseguirmos sair. Às vezes sinto-me assim na escola, quando olho para as grades. Depois canto e sinto-me livre."

G., 9 anos

oficinas de perguntas no 1º ciclo | ‪#‎filocri‬

 

[pt] 

com a ajuda do jogo wonderponder, falámos acerca da liberdade e do que se sente quando estamos presos.

o grupo (entre os 8 e os 9 anos) falou acerca da imagem apresentada acima, muito curiosos por perceber quem é que estava mesmo preso: o rapaz de cabelo amarelo ou a rapariga de cabelo azul.

G., uma menina de 9 anos, partilhou que por vezes sente-se numa prisão, quando está na escola. há muros e grades à sua volta. sente-se livre quando canta. 

 

[eng]

with the help of wonderponder, we talked about freedom and the feeling of being in jail. 

the group (8-9 years old) talked about the image above, very curious about who was really stuck: the boy with the yellow hair or the girl with the blue hair.

G., a 9 years old girl, shared that sometimes she feels like in a jail, when she's at school. there are walls and grids around her. she feels free when she sings.