Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

06 de Outubro, 2012

verbo «parlamentar»

joana rita sousa

 

(fotografia de Ricardo Miguel)
No passado dia 27 de Setembro a eurodeputada Edite Estrela recebeu, no Parlamento Europeu (PE), um grupo de cidadãos portugueses para realizar um debate sobre a Europa e Portugal, através da rede social Twitter. O grupo, constituído por jornalistas, políticos, estudantes, filósofos, figuras públicas e cidadãos anónimos, teve oportunidade de conversar com o líder dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu, Hannes Swoboda.
«Edite Estrela admitiu, contudo, que "os políticos nem sempre estiverem suficientemente vigilantes e atuantes".

"Mas acho que, apesar de tudo, eles [os políticos] são escrutinados, são eleitos, representam o povo que os pode substituir. Em relação aos outros poderes, bem mais poderosos, não respondem perante ninguém e são opacos", afirmou a eurodeputada.

Edite Estrela disse ainda estar "mais preocupada com a crise da democracia, com o futuro da democracia europeia, do que propriamente com a crise económica".

Isto porque, argumentou, apesar de a crise económica ser "gravíssima", tem "soluções, se houver decisores à altura das suas responsabilidades e dos desafios que os tempos modernos colocam".» (cf. RTP - online)

 

Os portugueses que marcaram presença neste debate tinham em comum o facto de serem utilizadores do twitter. Edite Estrela abriu, assim, as portas do Parlamento Europeu às redes sociais, permitindo que quem seguisse o debate (via #twittPE2012) pudesse acompanhar a conversa e participar na mesma.

 

Houve, ainda, oportunidade para conhecer como funciona o PE e qual o papel dos eurodeputados e qual o tipo de trabalhos desenvolvem.
Esta acção teve como ponto positivo o facto de aproximar Portugal de Bruxelas. Sabiam que os eurodeputados dispõem de verbas para levar cidadãos do seu país a conhecer o PE?
E já agora, conhecem a Iniciativa de Cidadania Europeia?
O grupo #twittPE2012 foi, acima de tudo, um grupo muito interessado na promoção do debate; apresentando um carácter heterógeneo e plural, no que a pensamentos diz respeito.
Muito obrigada a todos pela partilha de opiniões, de pontos de vista, de mulles frites e de macarons.
O debate (e a boa disposição) tem agora lugar no twitter.