Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal | #FilosofiaAoVivo

hoje as nossas cabeças foram «invadidas»...


...por «perguntas diferentes»!


pequenos e grandes, miúdos e graúdos, juntos. para conversar (falar e ouvir) e pensar em conjunto.


obrigada a todos pela presença.

A ALEG(o)RIA da CAVERNA vai voltar à Livraria Cabeçudos
nos próximos dias 23 de Abril, 21 de Maio e 25 de Junho.

as oficinas estão abertas para pais e filhos dos 4 aos 10 anos.
(quem diz pai, diz mãe ou avós ou tia!)

leituras. entre a tese e a vida.


mais um livro do professor Óscar Brenifier sobre o homem que se dizia filho de Deus.


e enquanto as traduções não são publicadas em Portugal, chegam-me mais dois títulos em francês: La question de Dieu e Le livre des grands contraires psycologiques.

as ilustrações são deliciosas. o conteúdo faz-me pensar nas próximas sessões ou oficinas de pensamento crítico com a criançada (e não só!).

próximas acções de Filosofia para miúdos & graúdos!

fotografia de Mário Pires

dia 12 de Março


dia 12 de Março
A Filosofia é Trabalhos de Pensar
(para pais e filhos - dos 4 aos 12 anos)
no CCPE (Av. 5 de Outubro, Lisboa)
info: http://www.ccpe.com.pt/content/view/431/34/


dia 19 de Março
A Aleg(O)ria da Caverna
(para pais e filhos dos 4 aos 6 anos)
na livraria Cabeçudos (Parque das Nações, Lisboa)
info: http://www.cabecudos.com/default.php


RECOMMENDATIONS ON THE TEACHING OF PHILOSOPHY

[UNESCO recommends] Philosophy teachers and practitioners as well as civil society actors, to:

Exploring new approaches to philosophy teaching

• Develop suitable courses and philosophical fora that foster public awareness on the new social and ethical challenges for humanity while making reference to classical texts and authors belonging to various philosophical corpora;

• Foster critical exploration of the different philosophy schools belonging to Western traditions and to other cultural and intellectual heritages;

• Work with teachers of other disciplines in order to experiment an interdisciplinary approach to philosophy teaching, for instance through introducing philosophical analysis and specifically philosophical topics into existing subject matters in primary and secondary schools;

• Encourage the universities, philosophy departments, research centres on philosophy and human sciences to overcomedisciplinary compartmentalization and to promote more interdisciplinarity on the basis of solid disciplinary knowledge, with a view to reach out to the wider public;

• Use NICTs, when available, to facilitate interactions, active learning methods and international communication, while engaging in conscious and critical reflection on this issue so as to avoid giving youth the feeling that knowledge is a mere juxtaposition of fragmented information ;

• Organize, with the support of the International Federation of Philosophical Societies (FISP), specific sessions and workshops during the World Congress of Philosophy that will be dedicated to
philosophy teaching.
 
Fonte: documento da UNESCO partilhado via SOPHIA

Mais sobre mim

O que faço?

Filosofia é coisa para miúdos

Fórum na Revista Dois Pontos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub