Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / mediação da leitura e do diálogo / cafés filosóficos / #filocri

...

joana rita sousa, 31.05.09

Venha descobrir o que é a Filosofia para Crianças, bem como outras metodologias que colocam em prática os pensamentos crítico, criativo e cuidativo.
Este é um Workshop destinado aos pais, aos professores, aos educadores... mas também a qualquer um de nós que queira descobrir o espanto do «Porquê» e a prática da criatividade e do pensamento lateral no seu dia a dia.
Solicite informações através do e-mail amavision@gmail.com
Inscrições até ao dia 19 de Junho.

No Público

joana rita sousa, 31.05.09

PÚBLICO - No seu último livro apresenta o “homem avaliado” como sendo a “figura social do século XXI”. Trata-se de facto de uma alteração radical? Ser-se avaliado não é propriamente uma novidade destes tempos.
José Gil - Estamos a falar de uma situação generalizada na sociedade dita da modernização. Não é só em Portugal, é em toda a Europa. Não há duvida que não pode haver aprendizagem sem haver avaliação e que toda a aprendizagem, a mais arcaica que se conheça, a aprendizagem do discípulo que tinha um mestre na Renascença, na pintura, ou na Índia com um yogui que ensinava um discípulo. Em todas essas práticas há avaliação. Quer dizer a avaliação é inerente, necessária, à própria aprendizagem.
O que é que, se é que, se transformou nesta tal sociedade da modernização? O que é que se fez, modificou na ordem de relação entre aprendizagem e avaliação para que se possa falar agora de um homem avaliado para o século XXI?
Tenho a impressão que há vários factores. Primeiro há um factor que acho fundamental. É que a avaliação arcaica era uma avaliação não quantitativa. Era uma avaliação mais qualitativa ou intensiva. Depois a avaliação tende a tornar-se funcional e se possível, quando possível, quantificada, desenvolvendo parâmetros. E incluindo nesses parâmetros o próprio terreno de aprendizagem que não é quantificado. Há sempre na aprendizagem aquilo que se chamava antigamente na filosofia, e hoje também, a intuição. A intuição é fundamental porque se aprende à sua maneira. Não é um dado formal, universal, que se possa definir da mesma maneira para todos.
Leia-se mais, aqui!

Manual dos Gatos

joana rita sousa, 26.05.09
1)- Faz do mundo o teu recreio!
2)- Sobe na vida, é para isso que as cortinas servem.
3)- O tempero da vida é variar. Um dia ignora as pessoas, no outro chateia-as.
4)- Lembra-te sempre: Tu és o DONO da casa, o teu dono de estimação apenas existe para te bajular e fazer as tuas vontades.

e que apoia incondicionalmente o nosso projecto de Filosofia para Crianças

http://filosofiaexperimental.wordpress.com/

joana rita sousa, 25.05.09
«Estamos lançando um blog sobre filosofia experimental, através do qual esperamos dar a conhecer à comunidade filosófica de língua portuguesa essa área recente de pesquisa, as discussões e controvérsias em torno do tema e em torno dos seus experimentos, assim como divulgar os mais importantes artigos e livros que sejam publicados nesse campo. Esperamos que muitos possam contribuir neste blog - não só os que se mostrem genuinamente interessados no tema, como também aqueles que discordem do conceito ou tenham dúvidas quanto à sua relevância. A ideia é mesmo criar uma plataforma de discussão aberta a todos. Nesse sentido, os comentários aos posts são essenciais para dinamizar o debate.

Por enquanto, são colaboradores do blog os seguintes pesquisadores: Paulo Sousa (Queen´s Belfast), Carlos Mauro (UPorto), Joshua Knobe (YALE), Shaun Nichols (Arizona), Susana Cadilha (UPorto) e Thomas Nadelhoffer (Dickinson College).

O blog disponibilizará alguma bibliografia para quem queira prosseguir a sua pesquisa, assim como algumas traduções de textos considerados fundadores do movimento.

Qualquer comentário, sugestão ou crítica a qualquer aspecto do blog é naturalmente bem acolhido, e estamos também bastante receptivos a propostas de colaboradores que queiram tornar-se autores do blog. Aguardamos a participação de todos.»

Carlos Mauro & Susana Cadilha

coordenadores do bloginvestigadores do MLAG

Formação - supervisores em Ética

joana rita sousa, 18.05.09


«A Associação Portuguesa de Ética e Filosofia Prática vai lançar em Portugal a Formação de Supervisores em Ética. A esta Formação terão acesso os Licenciados nas áreas das Humanidades ( Filosofia; Direito; Psicologia; Educação; etc.) ou outros candidatos que possuam curriculum académico e experiência profissional relevante na área da ética aplicada.
A APEFP considera esta ser uma profissão necessária em várias áreas: empresarial; política;educação. É também uma profissão emergente e que ajudará a melhorar o mundo dos negócios e da Política face à descrença actual nos sitemas políticos e económicos.
A APEFP tem já preparado todo o plano da Formação que dará a conhecer às entidades competentes. Assim, a APEFP será a instituição que certificará em Portugal os Supervisores em Ética.»


solicite informações através do e-mail apefp@iol.pt

18ª Acção de Formação de Animadores-”Educar para a criatividade, promover a inovação”

joana rita sousa, 14.05.09
Objectivos do evento:
Partilhar a metodologia de intervenção do Projecto Rua;
Reflectir sobre as atitudes facilitadoras da relação pedagógica;
Capacitar os participantes para o recurso a estratégias pedagógicas de promoção da criatividade e da participação junto de crianças/ jovens em risco
Reforçar e transmitir conhecimentos teórico-práticos que permitam uma intervenção adequada;
Promover a partilha de experiências entre os participantes.

Data e local: 02 a 05 de Junho de 2009, Quinta Águas Férreas, em Caneças

Entidade organizadora: Instituto de Apoio à Criança - Projecto Rua

Parceiros institucionais: Câmara Municipal de Odivelas


Mais informações: www.iacrianca.pt

Pág. 1/2