Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / cafés filosóficos / educação / filosofia da educação / #filocri

filocriatividade | filosofia e criatividade

oficinas de filosofia e de criatividade, para crianças, jovens e adultos / formação para professores e educadores (CCPFC) / cafés filosóficos / educação / filosofia da educação / #filocri

48h extremamente filosóficas

joana rita sousa, 20.11.11
nos passados dias 17 e 18 de Novembro realizaram-se as 48h filosóficas, durante as quais o projecto FilocriatiVIDAde realizou sete acções no âmbito da filosofia para crianças e filosofia aplicada.
foram dias de grande correria, de descoberta e de partilha com miúdos e graúdos.

estivemos no #cookiemundo (4, 5 anos) a descobrir coisas sobre o coração e a cabeça. falamos de como é que o coração fica cheio e precisa da ajuda da cabeça. falamos das ideias que são próprias do coração e da cabeça. e de uma magia que acontece (mas que é um segredo só nosso!).

depois, na #saladosantiago (4 anos)  procuramos semelhanças e diferenças entre as histórias dos Três Porquinhos e do Capuchinho Vermelho. o que faz com que o Lobo Mau seja mau? e se misturássemos as histórias?

no projecto #philotkd conversamos sobre filosofia e taekwondo. o que são os 5 princípios do taekwondo? e onde estão eles no nosso dia a dia?

no dia 18 de Novembro visitamos a #sala4, da educadora Ana Dominguez, e andámos à volta da caixa das perguntas. colocamos o chapéu azul para organizar e perguntar aquilo que queríamos saber.  


estivemos, ainda,  no RodaFits Ginásio para mais dois ateliers de filosofia e criatividade. entre fotografias e a procura das seis ideias às cores, acabámos o dia a reflectir sobre coisas como a razão, o sentimento. descobrimos que há «razões sentimentais» e ainda houve quem afirmasse que a decisão pelo sentimento implica menor índice de erro. e a conversa terminou por ali, pois era hora de rumar até ao Banquete Filosófico para reflectir em torno do amor, do bem e da partilha. entre um jantar magnificamente preparado pelo Chef Joe Best e algumas linhas de Platão, pode dizer-se que o resultado foi extremamente positivo.