Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filosofar no festival de filosofia de abrantes

a biblioteca antónio botto acolheu as turmas do 1º ciclo, de abrantes e do sardoal, que se juntaram ao festival da filosofia de abrantes. eu e a renata sequeira também tivemos a oportunidade de ir às escolas para filosofa com os cachopos. 

foram vários os temas e as perguntas que serviram de provocação ao pensar, a saber:

 

o que é uma pessoa?

"coisas" que existem / "coisas" que não existem

o que é uma pergunta?

o lobo mau é mau?

perguntas com sentido / perguntas sem sentido  

 

 

tumblr_ozd112RxSa1qhzqx6o1_500.jpg

o trabalho pontual 

 

neste casos em que o trabalho é pontual e a oportunidade para trabalhar com estas crianças é única, a minha opção é a de levar meia dúzia de jogos que funcionem como provocação filosófica para as crianças. aconteceu, numa das oficinas, que o tema trabalhado surgiu a partir de uma partilha espontânea da história do capuchinho vermelho e do lobo mau. afinal, o lobo mau é mau ou faz coisas más? - foi esta a grande questão que serviu de orientação ao nosso diálogo. 

 

a minha postura enquanto facilitadora também passa por acelerar algumas coisas no sentido de haver uma experiência efectiva do diálogo filosófico. sim, há momentos de conversa - os primeiros minutos servem para dizermos os nossos nomes e enquadrarmos a actividade. brincamos com a palavra filosofia, por exemplo. o que é? já ouviram falar? e o jogo ou a pergunta aparecem no centro, para que haja lugar ao diálogo.

 

nestes momentos é visível quando o grupo já tem uma prática de diálogo, de cumprimento das regras (dedo no ar, esperar pela vez, parar para pensar). quando essa prática não existe, há algum caos que o facilitador tem que gerir. se não nos ouvirmos, não conseguimos pensar e conjunto. se colocamos o braço no ar quando a pergunta vai a meio: será que sabemos mesmo responder? 

 

tumblr_ozf8moJqb01qhzqx6o1_500.jpg

 o que é uma pessoa: o félix, sempre o félix

 

no jogo "o que é uma pessoa?" há uma personagem que desempenha um papel fundamental. é o félix, o meu cão rafeiro, adoptado na uppa e cuja fotografia faz parte dos elementos deste jogo. perante a indicação de alguns critérios perante os quais o félix "passou" como pessoa e perante o conhecimento de que ele é um cão e que apresenta diferenças face às pessoas; após este percurso, surgiu a pergunta:

"e se criarmos um círculo no meio para arrumar os mais ou menos (=os que são pessoa e não são pessoa ao mesmo tempo)?"

e eis que o sr. venn (os dos diagramas) foi convidado para uma oficina de filosofia, com alunos do 1º e do 2º ano

 

tumblr_ozf8tuWFGB1qhzqx6o1_500.jpg

porquês!

 

"o porquê é importante porque às vezes temos ideias e não sabemos explicar."
"com o porquê não dizemos as coisas ao calhas, temos mesmo que pensar."

 

*

 

foi uma semana intensa, com muitos desafios para pensar. não me canso de dizer que, para mim, este trabalho é divertido e um óptimo ginásio para os músculos do meu pensamento. 

 

nesta primeira edição do festival de filosofia de abrantes (e digo primeira pois espero que se sigam outras) houve lugar a filosofia espalhada pelas montras da cidade, instalações artísticas, performances de teatro, debates, leituras. o programa foi recheado de bons momentos e só posso dar os parabéns à organização, pelo convite, pelo acolhimento e pela boa energia com que "contaminaram" os abrantinos e todos aqueles que passaram pela cidade, de 10 a 19 de novembro.

 

até breve, abrantes!

 

a filosofia, esse mar de porquês e de perguntas. e sabe tão bem navegar em boa companhia!

oficinas de filosofia, para crianças, em abrantes

tumblr_ozcuu00r4L1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_ozd112RxSa1qhzqx6o1_500.jpg

 

a filosofia está espalhada um pouco por toda a cidade de abrantes: nas montras, na praça, na biblioteca, nas escolas.

hoje tive a oportunidade de trabalhar com duas turmas do 1º ciclo, sobre os temas "o que é uma pergunta?" e "de onde vêm as coisas?" 

 

mais importanto do que aquilo que dizemos, em jeito de "conclusão" ou de "resposta" é mesmo o processo que nos leva até lá. esse só é possível reproduzir na sua inteireza quando a oficina é gravada e depois transcrita. sem ter condições para tal, limito-me a registar, em folhas, alguns dos pontos que nos fizeram avançar ou não, no diálogo. e sim, também "arquivo" ideias e perguntas. eis algumas: 

 

"o tempo existe porque os humanos tiveram a ideia de construir relógios."

 

 

"o tempo vem da invenção humana."

 

 

"quando a primeira pessoa do mundo nasceu, o tempo começou a existir."

 

 

"o relógio pode estar a funcionar e não haver tempo"

 

como é que sabemos que o tempo existe?

"vemos pelo dia e pela noite, e depois o dia e a noite"

(ao que o G. diz)

"o tempo que se decida, está sempre a mudar!"

 

 

 

 

no instagram ou no twitter, acompanhem a hashtag 

a oficina do platão voltou ao centro ser mais...

tumblr_oyg2gu9hQe1qhzqx6o1_500.jpg

 

...e a pergunta que estivemos a trabalhar foi "o que é uma pergunta?"

 

o ponto de interrogação é suficiente para podermos dizer que uma coisa é uma pergunta? se eu tiver um ponto de interrogação desenhado no meu braço, será que isso faz do meu braço uma pergunta? 

 

das perguntas "pessoais" às "impessoais" - esta oficina teve muitas interrogações, questões e perguntas.

 

estamos a usar sinónimos? e não está a ajudar a perceber o que é, afinal, uma pergunta - pois não?  

 

vamos ter que continuar a fazer perguntas à pergunta. 

 

regressamos ao centro ser mais (em telheiras) no dia 26 de outubro. 

informações: 968 222 980 | 914 257 323

 

 

tumblr_oyg2c16Bu41qhzqx6o1_500.jpg

 

 

festival de filosofia de abrantes :: em novembro

22688675_1920874924620033_2119015948881446462_n.jp

o dia mundial da filosofia (UNESCO) é comemorado na terceira quinta-feira do mês de novembro - abrantes junta-se à festa e brinda-nos com muitas actividades, para miúdos e graúdos.

 

para saberem mais consultem a página do festival, no facebook e/ou informem-se através do e-mail abrantes.comunicacao@cm-abrantes.pt

 

 
O Festival de Filosofia de Abrantes quer ser uma praça aberta. Pretende convocar-nos a refletir e marcar posição. Pretende reunir políticos e intelectuais. Dar-lhes voz e fazer-lhes perguntas. Trazer os cidadãos aos problemas e às soluções.

das coisas ao contrário!

22281975_1752525731708247_5078673390968371101_n.jp

 

 

 

OFICINAS DE FILOSOFIA PARA CRIANÇAS - PENSAR A BRINCAR

 

TEMA: "Porque é que as pessoas fazem as coisas ao contrário?" - Inspirada no livro de Afonso Cruz

HORÁRIO DAS OFICINAS
crianças dos 4 aos 6 anos: 10h30- 11h25
crianças dos 7 aos 10 anos: 11h30 - 12h25
- oficinas para pais e filhos (quem diz pai, diz tio, irmão mais velho, avô, avó)

VALORES *
- criança 8,50 euros
- criança + acompanhante adulto 12,50 euros
- 2 irmãos - 12,50 euros
- 2 crianças + 1 acompanhante adulto 16,50 euros
(* valor sujeito a IVA, à taxa legal em vigor)

*Não dispomos de Multibanco*

INSCRIÇÃO: bookings@positiveminds.pt ou info@joanarita.eu com os seguintes dados:

- nome da criança e data de nascimento;
- contacto telefónico do pai/mãe/avó (...).

A inscrição é válida após recepção de e-mail de confirmação.

Todos os participantes deverão levar consigo meias anti derrapantes: vamos sentar-nos no chão, em almofadas.

era uma vez [um] castelo encantado

DM-_YePX0AE9QrI.jpg

 

DM-_YeYWAAAK24e.jpg

 voltei ao jardim de infância, na ACIJR. é verdade, o trabalho da filosofia está de volta às salas dos 3/4 anos (era uma vez) e dos 4/5 anos (castelo encantado).

foi muito bom rever alguns "pimpolhos" com quem trabalhei no ano lectivo passado e conhecer caras novas. 

DM-_Yg3W0AIM05c.jpg

 

o pensamento foi provocado com um livro muito especial: "em que estás a pensar?". as ilustrações são maravilhosas! saltámos para as cadeiras e colocámos mãos à obra: vamos desenhar os nossos pensamentos? vamos!

 

DM-_YkTX0AAn_Vl.jpg

 na próxima oficina vamos voltar a olhar para os nossos desenhos e pensar sobre e com eles. o que vai acontecer? curiosos?

 

digam lá: em que estão a pensar? 

no dia 24 de setembro há filosofia, para miúdos (e graúdos!)

21032862_1737520189875468_5021918288678683191_n.jp

OFICINAS DE FILOSOFIA PARA CRIANÇAS - PENSAR A BRINCAR

TEMA: "Em que pensas tu?" - Inspirada no livro de Laurent Moreau



O QUE SÃO AS OFICINAS
A filosofia é coisa para miúdos (e graúdos). Nestas oficinas vamos convidar pais e filhos, avós e netos, tios e sobrinhos, padrinhos e afilhados a pensar, brincando. A brincar, pensando. As oficinas, orientadas pela Joana Rita Sousa, visam ser um espaço de exercício para o pensar, tendo como base jogos e actividades lúdicas. Pensar é divertido! 

JOANA RITA SOUSA
Filósofa, formadora e facilitadora de oficinas de filosofia, para crianças e jovens, desde 2008.
Responsável pelo projecto filocriatiVIDAde - filosofia e criatividade.

 

21752149_1744143135879840_5179158831172590917_n.jp

 

 

 

HORÁRIO DAS OFICINAS
crianças dos 4 aos 6 anos: 10h30- 11h25
crianças dos 7 aos 10 anos: 11h30 - 12h25
- oficinas para pais e filhos (quem diz pai, diz tio, irmão mais velho, avô, avó)

VALORES *
- criança 8,50 euros
- criança + acompanhante adulto 12,50 euros
- 2 irmãos - 12,50 euros
- 2 crianças + 1 acompanhante adulto 16,50 euros
(* valor sujeito a IVA, à taxa legal em vigor)
*Não dispomos de Multibanco*

INSCRIÇÃO: bookings@positiveminds.pt ou info@joanarita.eu com os seguintes dados:
- nome da criança e data de nascimento;
- contacto telefónico do pai/mãe/avó (...).

A inscrição é válida após recepção de e-mail de confirmação.
Todos os participantes deverão levar consigo meias anti derrapantes: vamos sentar-nos no chão, em almofadas.

:: filosofar nas férias de verão ::

tumblr_ovuytajWsM1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_ovwsdmqU501qhzqx6o1_540.jpg

 

tumblr_ovwt1w9NnA1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_ovwy7v2M2c1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_ovwy8xZq371qhzqx6o1_500.jpg

 

o desafio inicial foi "lançado" pela leitura do livro de Platão, Banquete. foi na leitura desta obra que me inspirei para criar, investigar e propor, ao grupo, as provocações para o pensar. 

 

o trabalho aconteceu durante uma semana, da parte da manhã. houve tempo para ler uma história, fazer perguntas, procurar respostas e fazer comentários. brincámos muito, a pensar. pensámos muito, a brincar - e também a sério!

 

houve momentos em que tivemos dúvidas, em que nos sentimos confusos. com a ajuda dos amigos, não baixámos os braços perante os obstáculos.

 

foi um prazer filosofar convosco: R., L., M., A. e A. espero que nos possamos encontrar de novo.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D