Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

o que é a segurança?

um dia cheio de sol e de pensamentos sobre a segurança:

afinal, o que é a segurança?

sentimos que estamos seguros?

qual o papel das regras?

podemos brincar em segurança?

e se ficarmos fechados em casa, será que vamos estar mais seguros?

 

- estas e outras ideias foram partilhadas por crianças e jovens dos 3º, 4º e 5º anos de escolaridade, nas oficinas "pensar a segurança"

 

obrigada à APSI - Associação para a Promoção da Segurança Infantil pelo convite!

 

parabéns pela iniciativa de juntar crianças e jovens, no Parque Marechal Carmona, em Cascais, para muitas actividades para pensar e sentir a segurança infantil 

 

 

tumblr_oqeoruJoxS1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_oqeqw89zk11qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_oqeqyi82PB1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_oqf05akupD1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_oqf06fj68K1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_oqf044F07g1qhzqx6o1_500.jpg

 

[EN] - as shared on twitter

 

thinking about safety :

"nobody is safe at home"

"it's dangerous to stay at home, we can stumble on a rug"

"why do we need rules?"

"if we stay at home all the time, will we be safe?"

um passo seguro em frente: dia nacional da segurança infantil

DNSI.jpg

 

"Pela 1ª vez em Portugal, no dia 23 de maio, a APSI organiza o Dia Nacional da Segurança Infantil!

Centenas de crianças vão juntar-se no Parque Marechal Carmona para assinalar este dia.

Com o mote ‘um passo seguro em frente’, o evento pretende mostrar que segurança não é fechar as crianças numa “redoma”, mas sim garantir que todas crescem e brincam livremente, de forma segura e autónoma!

Para isso, a APSI e os seus parceiros juntaram-se para proporcionar diversas atividades às crianças: vão poder correr, pedalar, saltar, jogar e, ao mesmo tempo, aprender a proteger-se.

Este evento, que decorre entre as 10h00 e as 17h00, conta com a co-organização da Câmara Municipal de Cascais."

fonte: APSI 

 

 

 

Criatividade e Filosofia: formação no Porto

18057056_1155357504575005_924685916153817113_n.jpg

 

 

Curso Criatividade e filosofia - ou um ginásio para os músculos do pensamento 

Objectivos:
- Identificar as linhas gerais da filosofia para crianças;
- Identificar linhas gerais do pensamento lateral, bem como da técnica de criatividade de E. Bono (seis chapéus do pensamento);
- Reflectir sobre as aplicabilidades das metodologias em contextos diferenciados.

Conteúdos:
(I) Lipman, Brenifier e outros autores de referência 

(II) 4 C’s: pensamento crítico, criativo, colaborativo e cuidativo 
(III) Criatividade: Edward de Bono e os seis chapéus do pensamento 
(IV) A prática em diferentes contextos 

Destinatários:
Professores, Pais, Educadores, Auxiliares de Educação, Estudantes

A formadora:
Joana Rita Sousa é filósofa e colecciona perguntas. Dinamiza oficinas de filosofia, para crianças e jovens, desde 2008.
Licenciada em Filosofia. Mestre em Gestão de Recursos Humanos. Formadora (CCP e CCPFC). Certificada no método Six Thinking Hats® em 2007 (Edward de Bono). Frequenta o mestrado em Filosofia para Crianças e Jovens.


Data: 28 de Maio
Horário: 9h às 13h | 14h às 18h
Local: Yoga Sobre o Porto (Rua das Carmelitas, nº 100, 3º Esq, Porto)


Informações e inscrições (até ao dia 18 de Maio): simplesmente.simplesmente@hotmail.com

"Porque é que as pessoas fazem as coisas ao contrário?"

17308802_781086732044346_6484060347007871427_n.png

 

no dia 2 de Abril voltamos a visitar a Nazaré e a Beyond Academy.

 

as oficinas são abertas a crianças e jovens - a Dina poderá esclarecer tudo através dos e-mails: geral@beyondacademy.net / beyondacademy@gmail.com ou do telefone 967 108 998

 

 

Ciclo de Oficinas sobre Pensamento Criativo

A chapelar é que a gente se entende! 

 

A chapelar é que a gente se entende!

. 30 de Março - I Thinking Gym - introdução à técnica de criatividade de Edward de Bono, seis chapéus do pensamento.
. 04 de Abril - II Hat Gym - Treino e aplicação da técnica à tomada de decisões 
. 06 de Abril - III Green Gym - Treino do pensamento criativo (chapéu verde).
. 11 de Abril - IV Everyday Gym: aplicação da técnica a situações quotidianas

Descrição:
Edward Bono concebeu várias técnicas para facilitar a vida de crianças e adultos. Uma delas chama-se Seis Chapéus do Pensamento e tem sido aplicada nos mais diversos contextos: desde a empresa ao jardim de infância.
A Joana Rita Sousa tem vindo a trabalhar esta técnica no âmbito das suas oficinas de filosofia e criatividade, junto de crianças e jovens.
Convidamos educadores, pais, professores, empreendedores, estudantes - enfim, qualquer um de vós a usar os seis chapéus do pensamento e a explorar a sua aplicação na vida quotidiana. 

Valores por Oficina: 20,00€*
(*acresce valor do IVA)

Duração Oficina: 3h/cada

OBS.As oficinas podem funcionar de forma independente, apenas a I) será essencial para frequentar as outras.

A inscrição deverá ser efectuada em https://positiveminds.pt/ficha-de-inscricao/ e será validada mediante envio do comprovativo de pagamento para IBAN PT50003300004539241245605.

Quem é a Joana Rita Sousa?
Joana Rita Sousa é licenciada em filosofia. É formadora nas áreas da filosofia aplicada, filosofia para crianças, criatividade e social media. É responsável pelo projecto filocriatiVIDAde - filosofia e criatividade, promovendo oficinas para crianças e jovens.

 

16807626_1665813647046123_7445282113285644899_n-1.

 

filosofia no jardim de infância

17333579_235450570255729_3199076072251457536_n.jpg

 

17334237_801913343283089_3419150570160652288_n.jpg

 

A sala dos Artistas decidiu dialogar sobre os super-heróis: para tal, contámos com a ajuda do Batman e da Lady Bug. Afinal, o que há de tão especial nisso de ser super-herói?

Na sala ao lado, dos Super-Heróis, estivemos a ver exemplos de pensar. Afinal, quando é que o pensar acontece? E tudo o que fazemos precisa que "o pensar" aconteça?
A verdade é que pensámos muito sobre o assunto e houve até quem mudasse de ideias: explicar o porquê ficou um pouco difícil. Mas vamos continuar!

 

"procurar numa escola algum professor que ainda não tenha morrido" | José Pacheco

tumblr_omytzloFT51qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_omyu1uEe5e1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_omyu2miHfB1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_omyu3nZhch1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_omyu18MytG1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_omyu61XpOr1qhzqx6o1_500.jpg

há muito que oiço falar do professor José Pacheco e da Escola da Ponte.

ontem foi o dia de ir até ao ISCTE, ouvir o professor. e que grande contador de histórias! grande, pelo facto de contar histórias na primeira pessoa, histórias daquelas vividas e experienciadas. 

quem me conhece sabe como aprecio exemplos e histórias. agora que penso, os professores que me marcaram, todos eles, eram contadores de histórias, de uma forma ou de outra. e sabiam usar o humor. e o amor, pelos alunos, pela aprendizagem. pelo aprender, um caminho de duas vias, entre "aluno" e "professor". coloco aspas, pois as palavras do professor José Pacheco fizeram-me pensar nisso a que chamamos aluno e professor. quem ensina quem. quem aprende com quem.

encontrei na pessoa do professor a confirmação de algumas coisas que são a minha prática, no âmbito da filosofia para crianças e jovens: a questão da relação e do vínculo, como eixos fundamentais para que seja possível aprender.

partilho convosco os meus apontamentos. estou, ainda, a pensar muito sobre aquilo que ouvi. sobre a necessidade de mudança que o professor sentiu há 40 anos e o fez construir pontes entre pais, crianças, professores e comunidade, na escola da Ponte. que o conduziu ao Brasil e fez nascer o projecto Âncora. e faz com que a EcoHabitare seja uma realidade.

como é possível que tudo aquilo que o professor diz seja tão antigo, novo, óbvio, necessário e indesejado - tudo ao mesmo tempo? 

como é que é possível que a escola seja tantas vezes - vezes demais - aquilo que não devia ser? 

há que procurar nas escolas os professores que ainda não tenham morrido. e nas famílias, os pais que ainda não tenham desistido. todos juntos podemos pensar e agir a mudança.

 

José Pacheco é uma pessoa e pêras. daquelas que podem dizer c*$&#") e citar decretos lei, assim no espaço de 15 minutos - e ninguém leva a mal. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D