Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

"fazer um debate"

depois de sentarmos nos lugares, de nos acalmarmos, de regressar da ida à casa-de-banho (“joana, ainda dá para ir num instante?) e de termos recapitulado a última aula (quem se lembra e quer partilhar o que fizemos no último dia?) a L. pede a palavra e diz:

– joana, podíamos fazer um debate!

ah sim?, perguntei. então e como é que é isso do debate?

– então, umas pessoas vão dizer se concordam, as outras dizem ou defendem que não concordam e depois falamos. cada um defende um lado.

 

para continuar a ler AQUI

 

 

2016-03-16 17.19.47-1.jpg

 

pensar e viver a liberdade

 

Num dos grupos – alunos do 4º ano – aconteceu verificarmos que a liberdade de ir à casa de banho sempre que quisermos, sem que tenham que me pedir, não estava a resultar. Havia meninos a correr para a porta, sempre que chegava aquele que tinha saído para ir à casa de banho. Havia mais confusão ainda para gerir, do que aquela inerente aos dedos no ar para fazer esse pedido – quando o que me interessam são os dedos no ar para partilhar ideias sobre o assunto do diálogo.
Perguntei para pensarmos sobre o que estava a acontecer, quando tínhamos a liberdade de poder ir à casa de banho, um de cada vez, sem pedir a ninguém. A Catarina levantou o dedo e disse: “o problema é esse mesmo, temos liberdade e devíamos era ter regras mais fixas”.

 

 

para continuar a ler AQUI 

 

2016-04-26 17.26.51-1.jpg

 

para (re)ler

2016-05-31 17.16.26-1.jpg

 

 

Desde 2008 que trabalho na área da filosofia para crianças (FpC). Fiz formação – ainda faço – trabalho em jardins de infâncias, em escolas. Tive um projecto num ginásio. Levo as oficinas de filosofia a vários pontos do país – e não só. Dou formação a professores e educadores. Tenho recebido muitos e-mails a solicitar apoio, esclarecimento de dúvidas – sobretudo a quem desenvolve investigação nesta área.

Nem sempre é fácil explicar o que faço, pois há muitas ideias pré-concebidas e tudo o que é estranho provoca… estranheza.

Tenho coleccionado muitas perguntas sobre o meu trabalho e sobre a filosofia para crianças. Fiz uma lista das dez mais recorrentes – e partilho convosco algumas respostas curtas.

 

para continuar a ler AQUI 

 

 

crianças que perguntam & mães que partilham

De volta da casa dos tios (tia M. e tio R.) já deitada:
- Adorei este dia, mãe! Foi maravilhoso... [pausa de meia dúzia de segundos] Vou ter saudades da piscina... de ver as fotos com os tios... aquele jantar que eu estava sempre a falar que era alentejano mas era lá do país da G. Eu não gostei lá muito daquela salada com aqueles verdes que a tia dizia que era pó-de-fada... Pó-de-fada!! Vejam bem... Como se eu acreditasse!... Foi mesmo imenso maravilhoso!... 
Pois foi, querida... Mesmo bom! 
Silêncio. 
- E agora eles vão lá para a Su-su-écia!... Por que é que vão viver para lá?... [microssegundos] Sim, sim... O tio vai trabalhar no hospital de lá. Mas porque é que não vai e vem, vai e vem?!... [microssegundos] Pois... é longe e tal... Mas assim estão longe?... Lá onde vão esquiar e onde o tio diz que vive o Pai Natal... Como é que o Pai Natal vive lá se ele trabalha no Pólo Norte?!... Também não vai e vem, vai e vem!... [microssegundos mais demorados] Mãe, o Pai Natal existe mesmo? Tu acreditas no Pai Natal? Olha, eu este ano vou pedir um cão ao Pai Natal e vou saber se ele existe mesmo! Olha, se ele existe eu vou ter mesmo um cão porque tu e o pai estão tão decididos naquela história de não me darem um cão porque a casa não é adequada e não sei quê não sê quê mais!!... 
Silêncio. 
- Então?... Não me respondes?... Pois, pois... Aquele cão pequenino que estava lá no café, o mais pequeno, ele já não cresce mais!... Cabia perfeitamente na nossa casa!... Eu sei cuidar de um cavalo, também sei cuidar de cão, mãe! Era assim do tamanho da Chica, não viste? E pronto, tinha pêlo. Tu não gostas tanto do estilo da Chica... Este tinha mais pêlo... E não assim tanto para não sujar a casa... Pronto, tenho um cavalo de pau... [Suspiro] 
Silêncio. 
- Mãe?... 
Silêncio. 
- Mãe... Porque é que não gostas do Toni Carreira? 
[What?!?!] 
Silêncio. 
- É por causa da música? Ou é por causa do estilo?... É que no anúncio ele até estava assim bonito, com um casaco preto e uma camisa branca... Eu já vi uma fotografia dos teus amigos e do pai que eles também estão assim vestidos e tu disseste que eles estavam todos jeitosos! Sim, que eu lembro-me bem!... 
[Contive-me tanto para não soltar o riso!!...] 
Silêncio. 
- Tu até gostas das músicas daquela... aquela... ai!... Pink! É isso! Pink, que quer dizer rosa... E ela tem o cabelo rosa!!... Cabelo rosa... Não é por o estilo que gostas dela, de certeza!... [Suspiro] 
Silêncio. 
Mais silêncio. Daqueles que daria para ouvir um relógio Swatch acaso houvesse um nesta casa. 
Suspenso:
- Quando eu for mãe, e tu avó, espero que a minha filha não faça tantas perguntas como eu.

[Boa sorte!]

 

 

- post da mãe G., que conheci, um dia, numa oficina sobre filosofia para crianças e cujas partilhas perguntadeiras acompanho, com muita atenção, no facebook. obrigada, G., por me deixares partilhar com o mundo! 

 

tumblr_o9ht46qfVz1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D