Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

[Joana] Mora na Filosofia mudou-se para a Rua de Baixo

 

 

 

as crónicas sobre a aldeia Filosofia mudaram-se para a Rua de Baixo.

o #1 já se encontra online e poderá ser lido AQUI.

a ilustração do artigo está a cargo de Ruaz,

que colabora pontualmente na página Mora na Filosofia

 

 

uma escola diferente: a Escola da Ponte

 

 

«dar aula é inútil e prejudicial, e isso já se sabe há mais de há um século (...) até à chegada à Ponte, eu trabalha sozinho (...) dava boas aulas (...) mas no final de cada ano havia sempre alunos que reprovavam e não aprendiam (...) interrogava-me»

 

em 1976 nasce a Escola da Ponte

 

 

«Era preciso repensar a escola, pô-la em causa. A que existia não funcionava, os professores precisavam mais de interrogações do que de certezas. Concluímos que só pode haver um projeto quando todos se conhecem entre si e se reconhecem em objetivos comuns.

Apercebemo-nos que um dos maiores óbices ao desenvolvimento de projetos educativos consistia na prática de uma monodocência redutora que remetia os professores para o isolamento de espaços e tempos justapostos, entregues a si próprios e à crença numa especialização generalista. Percebemos que se há alunos com dificuldades de aprendizagem, também os professores têm dificuldades de ensino.

Obrigar cada um a ser um outro igual a todos, é negar a possibilidade de existir como pessoa livre e consciente. Na nossa escola todos trabalham com todos. Assim, nem um aluno é aluno de um professor mas sim de todos os professores, nem um professor é professor de alguns alunos, é professor de todos os alunos.

Hoje, a nossa Escola assenta na autonomia dos alunos.

Inserido no sistema oficial de ensino português, é um projeto reconhecido e admirado, um pouco por todo o mundo, essencialmente pelas virtualidades de uma aprendizagem alicerçada em valores como a solidariedade e a co responsabilização dos educandos.

Este é, também, um modelo pedagógico que serve de inspiração a outras escolas e realidades, sendo visitada anualmente por uma média de 1000 pessoas dos mais diferentes quadrantes educacionais e culturais»

II Encontro de Filosofia para Crianças e Criatividade | Sentir Pensamentos | Pensar Sentidos

 

É com muito gosto que informamos que o II Encontro de Filosofia para Crianças e Criatividade | Sentir Pensamentos | Pensar Sentidos vai realizar-se em Lisboa (local a anunciar), no dia 21 de Novembro, quinta feira.


 Pretendemos, assim, assinalar o Dia Mundial da Filosofia, que acontece sempre na terceira quinta feira do mês de Novembro.

 

+ info AQUI

do 11º Encontro Nacional de Professores de Filosofia

 
assim aconteceu nos passados dias 6 e 7 de Setembro, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, com a presença de Simon Blackburn
 
o projecto filocriatiVIDAde teve a oportunidade de orientar a única sessão prática do evento, onde os presentes experimentaram um exercício que poderá ser usado em contexto de sala de aula e de  oficinas de pensamento crítico e criativo
 
 
deixámos alguns comentários pelas redes sociais -  twitter e facebook -  que podem ser lidos através da tag #11ENPF e dos quais destacamos os seguintes:
 
Cristina Janicas / CineSophia: trabalhar c os alunos a aprendizagem d conceitos, problematização e o desenv argumentos filosóficos
 
Joaquim Neves Vicente alertou p a ausência de investigação empírica sobre as praticas do ensino da e os seus resultados
 
Joaquim Neves Vicente: matrizes do pensamento filosófico: problematizar, conceptualizar e argumentar
 
Joaquim Neves Vicente alertou p a ausência de investigação empírica sobre as praticas do ensino da e os seus resultados
 
ensinar a filosofar é uma exigência ontológica e uma necessidade epistemológica / Francisco Lisboa
 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D