Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

Elo Social

«A Elo Social – Associação para a Integração e Apoio ao Deficiente Jovem e Adulto, vocacionada para o apoio às pessoas portadoras de deficiência mental, nos vectores de formação, emprego, apoio ocupacional e apoio residencial, tendo como grande objectivo promover a sua integração social e profissional.»

Visite aqui http://www.elosocial.org/

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES (96 horas) - acesso ao CAP

Objectivo Geral:
O Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores prepara profissionais nas áreas pedagógicas obrigatórias no desempenho da actividade de formador.

DATAS E HORÁRIO

- Acção 1 - 2ª a 6ª feira das 9h às 13h - início a 14 de Junho e término a 19 de Julho
- Acção 2 - 2ª a 6ª feira das 9h às 13h - início a 6 de Setembro e término a 13 de Outubro
- Acção 3 - 2ª a 5ª feira das 18h30 às 22h30 - início a 6 de Setembro e término a 20 de Outubro


Local: Reflexos - Psicologia
Formadoras: Dra. Ana Paula Costa, Dra. Ana Filipa Gameiro e Dra. Sónia Alves (Formadoras Certificadas)

Mais info AQUI.

«combinar» coisas com o cérebro




Rafa: ó mãe, sabes, agora tambem já gosto de tigres, leões...


Zélia: sério filho, então o que te fez mudar de ideias?

Rafa: ah! pus-me a pensar e o meu cérebro deu voltas e voltas e voltas, e COMBINEI com ELE que agora já gostava de animais que comem carne!

 

Fifth Annual Summer seminar: The art of questioning - July 12th-18th 2010

Every year in July, in the little village of La Chapelle St André (Burgundy - France), gather about 20-30 persons involved in philosophical practice (students, teachers, professors, counselors, trainers) in order to reflect on their work and improve professionally. For seven days, in English, these philosophy practitioners coming from the five continents will participate to different workshops, run workshops, analyze and evaluate them, theorize about the different issues involved.


In this context, philosophy is not any more an academic activity centered on the history of ideas, and one does not come simply to narrate what he does in his home country, but get acquainted with the many ways that philosophizing is an activity constitutive of the mind and the self. Philosophy with children, philosophical consultation, philosophy workshops, Socratic dialogue, etc., one is introduced to the many forms and variants of such an endeavor. It is not so much knowledge that is at stake here, but acquiring and developing skills. How to conceptualize, how to problematize, how to deepen understanding of given ideas, and especially how to create a situation where this activity can be induced, is the main focus of the work.

Of course, Socratic maïeutics is a key methodological point, but as well dialectics, analytics, community of enquiry, constitute as many entries and matrices to define the work. If they wish so, participants can facilitate a workshop, a situation which provides an occasion for a practitioner to show how he works and get some critical feed-back on his work and his methodology, so one becomes more conscious of his own options and activity. Since the atmosphere of this seminar is open, inclined to both rigor and openness, it creates a context where one can really express his view instead of hiding behind the usual pseudo-consensus where "everything is fine and we are all great". In this sense, the idea is to recreate the context of antique philosophical schools, or the gymnasium as described by Plato, where one could challenge other's ideas and himself be challenged. In the peaceful atmosphere of a small French village, accompanied with good food and good wine, walks in the beautiful surrounding woods and visit to the medieval site of Vezelay, one can truly devote himself to philosophical encounters and reflection.

The duration will be one whole week, from July 12th to 18th, and the cost will be 500 EUR, including the workshops, food and accommodation in a private room. For people who are on a tight budget, this can be reduced to 300 EUR if you accept "camping style" accommodation. Our Institute can accept some people free of charge who have financial difficulties, but are highly motivated.

This seminar does not require previous philosophical training. It can be an initiation to philosophical questioning, or a deepening of the practice. Participants come from different parts of the world, and come for professional or personal reasons, to work on a practice that is applicable to many contexts: teaching, management, N. G. O. activities...


On the Website, http://www.brenifier.com/, you can read texts and watch videos of the practice.

For more information : alcofrib@club-internet.fr

Curso Six Thinking Hats - formadora Filipa Gameiro

«O método Six Thinking Hats do Dr. Edward de Bono, o criador do Lateral Thinking e considerado o grande guru da criatividade, é um instrumento simples mas poderoso que permite focar o pensamento de gestão na direcção certa. Esta ferramenta permite mudar a natural atitude reactiva e explorar diferentes vias através de vários modos de pensamento. Adoptando este método dentro da sua organização, poderá: Promover o pensamento cooperativo e a interacção, separando o ego da performance; Eliminar o pensamento antagónico em todas as interacções; Promover o uso de vários modos de pensamento e evitar as armadilhas das abordagens críticas e negativas; Desenvolver um instrumento que encoraja diferentes formas de pensamento e promova um clima aberto e criativo para discussão.»


Datas: 27 e 28 de Maio | 14 e 15 de Outubro



O curso é de 14 horas e é organizado pela CEGOC. A formadora é a nossa «companheira» de cursos e projectos, a Filipa Gameiro.

Mais INFO aqui.  

histórias... no país dos chapéus!

Já aqui vos falei do meu encontro com a #sala5, via twitter; foi aí que tudo começou!
Seguiram-se algumas conversas online. eu fui conhecendo o trabalho da Ana e da sua sala, e vice-versa!

Um dia, a educadora Ana convidou-me para conhecer a #sala5 e estava lançado o desafio: filosofar com crianças dos 4 e 5 anos!
Na segunda visita, a proposta foi trabalhar a técnica dos seis chapéus do pensamento.
Na terceira visita, continuámos o trabalho com os seis chapéus e decidimos escrever uma história!

eis o resultado!

http://joanarssousa-sala5.blogspot.com/

na Sala do Santiago




Era uma vez uma borboleta que estava a voar.

Veio um lobo mau e… mordeu-a! E a borboleta ficou contente (1)
E depois o que aconteceu?
O lobo mordeu outra vez! E a borboleta ficou contente!
Havia um pássaro que estava a dormir. E o lobo mordeu-o e ele acordou. E ele ficou contente.
No fim, o lobo ficou contente ou triste? Triste, porque mordeu todos.  Ficou sozinho ou acompanhado? Sozinho!



História contada, história acabada.


(1) Os meninos e meninas foram convidados a escolher se a borboleta ficava triste ou contente. Foi-lhes pedido que colocassem o braço no ar, para o contente ou para o triste. Alguns votaram nos dois estados, outros não votaram, alguns gritaram pelo meio!

NOTA: Sendo a Filosofia para Crianças um programa que acontece a partir dos 3 anos, os nossos objectivos com a visita à sala dos 2 anos não eram, de todo, dentro do paradigma de Lipman ou de Brenifier. Apenas procurámos inventar uma história, ao gosto dos meninos da sala e à medida do seu modo de olhar para as coisas.

CALL-FOR-SPEAKERS - IGNITE Portugal

Ignite Portugal #6 - Lisboa 16 de Junho
Ignite Portugal # 7 - Porto Dia 14 Julho



Quem quiser partilhar uma ideia, uma curiosidade, uma teoria, uma experiência, uma paixão, etc... basta enviar um mail para igniteportugal@gmail.com, com a seguinte informação:

Nome / Contactos / Website / Profissão / Empresa / Tema do Talk / Sinopse da apresentação (1 parágrafo sumário do que falarão nos 5minutos, máx. 700 caracteres)

Já sabem, pretendem-se candidatos com apresentações interesantes e originais, que não vendam nenhum tipo de negócio e que queiram fazer intervenções únicas e divertidas para inspirar as pessoas.




[participem! eu já marquei presença e foi muito inspirador!]

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D