Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

filocriatiVIDAde | filosofia e criatividade

oficinas de perguntas, para crianças / para pais e filhos | formação para professores e educadores (CCPFC) | #filocri | #filopenpal

PO: provocação na operação (1)



Nem sim, nem não. PO.

Provocação na operação: é a proposta de Edward de Bono.

PO é a ferramenta, o instrumento que possibilita a fuga momentânea aos padrões estabelecidos. PO ordena a informação, procurando a criação de novos padrões, bem como a reestruturação dos velhos padrões.


«A "Po" is an idea which moves thinking forward to a new place from where new ideas or solutions may be found. The term was created by Edward de Bono as part of a lateral thinking technique to suggest forward movement, that is, making a statement and seeing where it leads to. It is an extraction from words such as hypothesis, suppose, possible and poetry, all of which indicate forward movement and contain the syllable "po." Po can be taken to refer to any of the following - provoking operation, provocative operation or provocation operation. Also, in ancient Polynesian and the Maori, the word "po" refers to the original chaotic state of formlessness, from which evolution occurred. Edward de Bono argues that this context as well applies to the term.»


Fonte: wikipédia
fotografia de Maria Branco


notícias que chegam via Lekton

«Acaba de ser publicado um novo número da Childhood & Philosophy (v. 4, n. 8,jul./dez.2008), uma revista do International Council for Philosophical Inquiry with Children (ICPIC), editada pelo Núcleo de Estudos Filosóficos daInfância (NEFI/UERJ).

Para acessá-la basta ir ao link http://www.periodicos.proped.pro.br/


A revista contém artigos em várias línguas e resumo de todos eles em português, castelhano e inglês (selecionar no menu da direita a opçãoIDIOMA, “português”). Neste número discute-se a relação entre literatura e filosofia com crianças; comunidade de investigação filosófica com adolescentes; a infância no cinema, educação ética com dilemas; o conceito em J. Dewey; e experiências filosóficas com crianças e professores naArgentina, México e Turquia. Para fazer download gratuito dos artigos, bem como submeter propostas de textos para as próximas edições, basta realizar um rápido cadastro.»

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

@ creative mornings lx

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D